Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2016

Poço de São Patrício, maravilha da engenharia renascentista, um mapa do purgatório?

Imagem
Desenhado por Antonio da Sangallo, o Jovem, e encomendado pelo Papa Clemente VII, recorda uma história tradicionalmente atribuída ao patrono da Irlanda O Poço de São Patrício é um antigo poço localizado em Orvieto, Úmbria, na Itália central, construído durante a década que vai de 1527 a 1537, por ordem do Papa Clemente VII. Ele tinha se refugiado na cidade, enquanto as tropas renegadas do exército do Sacro Império Romano, sob o comando de Carlos V, saqueavam Roma. Inicialmente, essa incrível peça de arquitetura se chamava, simplesmente, “Pozzo della Rocca”, o “poço da pedra” A estrutura do poço, desenhado por Antonio da Sangallo, o Jovem, é uma impressionante obra de engenharia sofisticada. É uma coluna oca cilíndrica, com 63 metros abaixo da terra, tem 13 metros de largura, e é cercado por duas escadarias de 248 degraus cada, largas e confortáveis, em desenho de dupla hélice. Por um lado descem os burros de carga, com recipientes vazios para encher de água; e pelo

Mosteiro na Geórgia: destino imperdível na rota trapista americana

Imagem
Em um dos mais belos mosteiros dos Estados Unidos, os monges trapistas cuidam, dentre outras coisas, de um jardim excepcional Um dos mosteiros dos Estados Unidos se encontra nos arredores de Atlanta, Geórgia. Mais especificamente, na pequena cidade de Conyers. Nele, os monges da Ordem Cisterciense da Estrita Observância, além de uma vida de contemplação e retiro, como bons beneditinos, também se dedicam ao trabalho manual: além de ter uma padaria e uma oficina de produção de vitrais, esses trapistas cuidam de jardins onde cultivam – e vendem – bonsais. Os monges, nas oficinas do mosteiro, elaboraram os vitrais que podem ser vistos em todo o edifício. A simplicidade arquitetônica do mosteiro (projetado para ser praticamente uma cópia exata do famoso mosteiro trapista de Kentucky, onde viveu Thomas Merton), combinado com a beleza do jardim cultivado pelos monges e o ambiente natural do mosteiro, faz com que o lugar seja um dos destinos preferidos do turismo religioso n

A menina que consolou o coração de Deus após uma profanação da Eucaristia

Imagem
Um dos testemunhos mais incríveis e emocionantes de amor a Jesus Eucarístico Alguns meses antes de sua morte, o Bispo Fulton J. Sheen foi entrevistado pela rede nacional de televisão: “Bispo Sheen, milhares de pessoas em todo o mundo inspiram-se em você. Em quem você se inspirou? Foi por acaso em algum Papa?”. O Bispo Sheen respondeu que sua maior inspiração não foi um Papa, um Cardeal, ou outro Bispo, sequer um sacerdote ou freira. Foi uma menina chinesa de onze anos de idade. Explicou que quando os comunistas apoderaram-se da China, prenderam um sacerdote em sua própria reitoria, próximo à Igreja. O sacerdote observou assustado, de sua janela, como os comunistas invadiram o templo e dirigiram-se ao santuário. Cheios de ódio profanaram o tabernáculo, pegaram o cálice e, atirando-o ao chão, espalharam-se as hóstias consagradas. Eram tempos de perseguição e o sacerdote sabia exatamente quantas hóstias havia no cálice: trinta e duas. Quando os comunistas retiraram-se,

A Trindade Misericordiosa

Imagem
A Trindade Misericordiosa A liturgia nos convida, neste domingo celebrar e viver o Mistério da Trindade . Aqui não se trata somente de uma verdade para crer, mas estamos diante do fundamento e do núcleo de nossa experiência cristã. Em vez do “ Mistério da SS. Trindade” (talvez algo distante e estranho para nós), o importante é a experiência histórica do encontro com a atividade vivificadora “da Fonte” de vida (Pai), “do Encontro” do Amor (Filho) e a “Respiração” da esperança, que pacifica, alenta e reconcilia (Espírito Santo). Para facilitar a experiência da presença e ação da Trindade em nossas vidas, nossa proposta é contemplar a escultura da irmã Caritas Müller que está numa casa de oração na Alemanha, toda obra de arte fala mais que muitas palavras.Todo artista  capta detalhes do Mistério e nos oferece ricas possibilidades de acesso que a razão nem sempre consegue explicar. Quem é o Pai-Criador , quem é o Filho Redentor, quem é o Espírito Vivificador? As definições a

Mark Twain, devoto de Joana d’Arc

Imagem
Um livro praticamente esquecido do autor americano é uma biografia da santa francesa É pouco conhecido que Mark Twain escreveu uma biografia de Joana d’Arc. Menos conhecido ainda é o fato de que o autor inclusive visitou o Arquivo Nacional da França e leu as transcrições do julgamento que levou a santa ao martírio, o mesmo das investigações que, vinte e cinco anos depois, limparam seu nome. Como aponta o artigo de Stephen K. Ryan para Patheos, depois de doze anos de estudos e escrita, Twain finalmente terminou o livro. O autor teria dedicado dez anos para investigar e dois para escrever “Joana d’Arc”, do qual disse que era o seu melhor trabalho: “Eu gosto de ‘Joana d’Arc’ mais do que todos os meus outros livros; e é o melhor deles; sei perfeitamente. E também, me deu sete vezes mais prazer que qualquer outro; dez anos de preparação e dois para escrever. Os outros não precisaram de preparação, e não tiveram nenhuma”. A – realmente ilimitada – admiração de Twain pela

Homilia do Papa Francisco

Imagem
"Você pode ter defeitos, ser ansioso, e viver alguma vez irritado, mas não esqueça que a sua vida é a maior empresa do mundo. Só você pode impedir que vá em declínio. Muitos lhe apreciam, lhe admiram e o amam. Gostaria que lembrasse que ser feliz não é ter um céu sem tempestade, uma estrada sem acidentes, trabalho sem cansaço, relações sem decepções. Ser feliz é achar a força no perdão, esperança nas batalhas, segurança no palco do medo, amor na discórdia. Ser feliz não é só apreciar o sorriso, mas também refletir sobre a tristeza. Não é só celebrar os sucessos, mas aprender lições dos fracassos. Não é só sentir-se feliz com os aplausos, mas ser feliz no anonimato. Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver a vida, apesar de todos os desafios, incompreensões, períodos de crise. Ser feliz não é uma fatalidade do destino, mas uma conquista para aqueles que conseguem viajar para dentro de si mesmo. Ser feliz é parar de sentir-se vítima dos problemas e se tornar autor da própria h

Como e por que estar a sós diante da Eucaristia?

Imagem
Guia para a adoração ao Santíssimo Sacramento Uma das frases mais fortes de Jesus no Evangelho é a pergunta que Ele faz aos apóstolos em Getsêmani, quando os vê dormindo: “Não conseguem velar uma hora comigo?”. Em outras palavras, Jesus quis que eles dedicassem uma hora de reparação para combater a hora do mal. A oração pessoal durante uma hora diante do Santíssimo Sacramento, estando ou não exposto, consiste basicamente nisso: acompanhar o Senhor em seus últimos momentos com o coração, buscando assimilar o seu amor. É uma hora para aprender de Jesus, agradecer seu sacrifício e corresponder ao seu amor. Neste sentido, a adoração ao Santíssimo Sacramento é uma prolongação da missa. Estar na presença do Santíssimo é como sair para tomar sol; assim como o sol é fonte natural da energia que dá vida, da mesma maneira Jesus sacramentado é a fonte sobrenatural de todo amor e graça. Estar na presença do Senhor gera uma amizade íntima com Ele que nos entusiasma na vida – al

Oração para interceder por alguém

Imagem
E você, já intercedeu por alguém hoje? Senhor Jesus, eu te peço que entres no coração de (diga o nome da pessoa) e toques aquelas experiências de vida que precisam ser curadas. Tu conheces muito melhor o(a) (diga o nome da pessoa) que ele(a) próprio(a) conhece a si mesmo. Derrama, então, o teu amor em todos os cantos do coração dele(a). Onde quer que encontres feridas, toca, consola, liberta. Se ele(a) se sente só, abandonado(a), rejeitado(a) pela humanidade, concede-lhe, mediante teu amor regenerador, uma nova consciência do seu valor como pessoa. Jesus, eu entrego o(a) (diga o nome da pessoa) totalmente a Ti: seu corpo, mente e espírito; e te agradeço por restaurar a sua integridade. Obrigado(a), Senhor. Amém. (via  Encontro com Cristo )

7 práticas para todo homem de Deus alimentar a sua vida de fé

Imagem
Se os hábitos a seguir ainda não fazem parte da sua vida, comece a pô-los em prática hoje mesmo! Em uma ousada  tática para trazer os homens de volta à Igreja , o bispo da diocese de Phoenix, nos Estados Unidos, escreveu uma exortação apostólica intitulada  Into the Breach  ("Na Brecha",  lit. ). A iniciativa surgiu como uma resposta à desafiante crise que enfrentam a masculinidade e a paternidade em nossos tempos —  crise que também já foi objeto de reflexão neste site . Em um trecho dessa carta, o bispo Thomas Olmsted enumera sete importantes práticas que todo homem de Deus deve cultivar para tomar a sua cruz e seguir o seu Senhor. As cinco primeiras são propostas diariamente ; as duas últimas podem ser feitas em um ritmo  semanal  ou mesmo  mensal . O importante é não cruzar os braços, pois "quem não se prepara e não se fortalece para o combate espiritual é incapaz de permanecer 'firme na brecha' por Cristo". Se os hábitos a seguir ainda não f

O maior dos santos depois de Maria

E o Faraó, tirando o anel da sua mão, meteu-o no dedo de José (…). E, fazendo-o montar no segundo dos seus carros, mandou que se clamasse diante dele: “Ajoelhai-vos!” (Gên 41,42-43) Entre os teólogos posteriores ao século XVI, tornou-se uma espécie de lugar comum comparar a grandeza de São José com a dos outros santos a fim de precisar que lugar lhe competiria entre aqueles que Deus coroou no céu. Nas suas discussões apoiavam-se com frequência numa passagem de São Gregório Nazianzeno: “O Senhor conjugou em José, como num sol, tudo aquilo que os outros santos tem em conjunto de luz e de esplendor”. É absolutamente certo que, quando Deus predestina uma alma para determinada missão, lhe confere todos os talentos necessários para que possa cumpri-la. Ora, depois da de Maria, Mãe do Verbo Encarnado, que função pôde ultrapassar ou sequer igualar a de José, pai adotivo de Cristo e esposo da sua Mãe? Comparando-se, pois, José com Maria, dizia-se com justiça que, depois dEla, nenhuma ou