Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2020

Correção fraterna: 6 dicas para corrigir o seu próximo sem magoá-lo

Imagem
  "Se teu irmão tiver pecado contra ti, vai e repreende-o entre ti e ele somente" (Mt 18,15). Embora exija discernimento e caridade, a correção fraterna pode ser considerada um ato de equilíbrio. Como coloca-la em prática sem humilhar ou ferir o irmão? Você não sabe quando, como e por quais motivos corrigir os seus irmãos? Explicaremos tudo na forma de seis questionamentos, com a ajuda do Irmão Dominique-Benoît, professor de teologia. Qual é a melhor maneira de fazer a correção fraterna? Não existe receita milagrosa. Cada correção deverá ser adaptada à pessoa a ser corrigida, à gravidade da falta e ao momento mais favorável. “Mostrar ao irmão o “pecadinho” que ele cometeu não é a mesma coisa de conversar sobre um pecado grave”, diz o irmão Dominique-Benoît. A forma com que corrigimos também é importante. Pode ser necessário seguir a fórmula do “bom exemplo”. Quando Santa Teresa de Ávila via uma de suas Irmãs agir mal, ela desenvolvia a virtude oposta: agir cada vez melhor. Os

Por que a preparação é a chave para uma vida espiritual intencional

Imagem
  A santidade não acontece de forma simples e mágica; é o resultado de escolhas intencionais feitas todos os dias Costumamos dizer que queremos ser uma pessoa melhor e, consequentemente, levar uma boa e condizente  vida espiritual . Entretanto, geralmente,  não fazemos nada para corresponder ao nosso desejo . Em vez de fazermos escolhas deliberadas todos os dias, erramos o alvo e tentamos ser bons, mas sem nenhum esforço pessoal. Portanto, não deve ser surpresa para nós que, semanas depois, não estejamos nem perto de nosso objetivo. São Carlos Borromeu  comentou sobre este mesmo assunto em uma carta. De fato, ele se dirigindo aos padres. Mas suas palavras ainda podem ressoar em nós. Diz ele: “Admito que somos todos fracos, mas se quisermos ajuda, o Senhor Deus nos deu os meios para encontrá-la facilmente. Um padre pode desejar levar uma vida boa e santa, como ele sabe que deveria. Ele pode desejar ser casto e refletir as virtudes celestiais na maneira como vive. No entanto, ele não res

Por que os cristãos sempre podem ter esperança?

Imagem
  Philip Kosloski   Se quisermos suportar as provações da vida, nossa esperança precisa estar enraizada em Jesus Cristo Os acontecimentos mundiais muitas vezes podem frustrar nosso desejo de esperança. De fato, sempre achamos que o mundo está melhorando. No entanto, algo acontece e muda radicalmente o nosso pensamento. Nessa situação, portanto, é tentador se desesperar. Em certo sentido, esse é o problema: colocamos muita confiança em nós mesmos e pouca em Jesus Cristo. Todavia, somos todos indivíduos decaídos, capazes de fazer inúmeras escolhas erradas. É impossível, portanto, colocar toda a nossa fé na humanidade, pois, assim, ficaríamos sempre decepcionados. Esperança nas instituições humanas O Papa Bento XVI bordou este tema em sua encíclica  Spe Salvi , em explicou que o homem sempre tentou buscar confiança nas instituições humanas, como por exemplo a política: “A este respeito, nossa era contemporânea desenvolveu a esperança de criar um mundo perfeito que, graças ao conhecimento

10 chaves para encontrar paz de espírito e vivê-la diariamente

Imagem
  Como passar pelos momentos de angústia e medo, permanecendo na confiança e no abandono? A seguir encontre um guia precioso para manter a paz de coração Em um mundo angustiado e violento, onde podemos encontrar paz? Talvez numa praia de uma ilha deserta, em uma aconchegante sala de estar assistindo a um bom filme, no fundo de um monastério isolado ou em meditação? A busca do homem contemporâneo é desesperada: ele deseja a paz de espírito, mas não acredita mais nela. Parece-lhe impossível apaziguar as suas paixões íntimas e o fogo dos seus desejos, assim como extinguir os conflitos recorrentes que perturbam o planeta. Mas o que é a paz? O grande Blaise Pascal parece cético: “Não há paz aqui”, escreveu ele. Santo Agostinho também não é otimista: “Estamos aqui embaixo divididos entre a concupiscência que nos puxa para baixo e Deus que nos puxa para cima; corpo e alma só serão totalmente reconciliados no céu. Então, impossível ter paz na terra?” São Tomás de Aquino aconselha a começar por