Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2016

Os anjos falam?

Imagem
Sendo puros espíritos, os anjos não podem falar do mesmo modo que nós, por meio de 
sons e gestos. De que maneira, pois, se comunicam entre si e, inclusive, com Deus?

Discorrer sobre anjos pareceria extravagante e pueril até alguns anos atrás. Não obstante, o tema está de volta com toda a força, em plena era do materialismo. Junto com o renovado interesse pelas criaturas angélicas, muitas fantasias e erros se acrescentam àquilo que a Igreja ensina a respeito delas. Não é nossa intenção analisá-los aqui. Propomo-nos apenas investigar um tema que move em extremo nossa curiosidade, na tentativa de rasgar um pouco o véu que nos oculta o mundo dos puros espíritos: como eles se comunicam? Seres imateriais, mas compostos Que os anjos são seres imateriais é algo hoje aceito pacificamente, embora não seja fácil de compreender. Temos tendência a “antropomorfizar” sua vida, transpondo para o plano celeste as circunstâncias de nossa existência terrena. Entretanto, nada há de mais distante da real…

A MORTE DE PADRE PIO

Imagem
"Adeus meus filhos,meus queridos filhos." "Por volta da meia noite ,quis levantar-se. O Padre Pellegrino insistiu para que descansasse um pouco mais: mas ele respondeu: "Tenho os meus deveres." Nessa noite perguntou as horas repetidas vezes.Perguntou ao Padre Pellegrino se já tinha celebrado a missa."Ainda é muito cedo para a missa",respondeu ele.O Padre replicou: "Esta manhã terá de a dizer por mim." Depois ,pediu para se confessar e renovar os seus votos.Em seguida disse: "Se o Senhor me chamar a Si esta noite,peça perdão por mim aos meus confrade pelos aborrecimentos que lhes causei e peça aos meus filhos espirituais para rezarem pela salvação de minha alma." O Padre Pelllegrino respondeu: "Padre,desejo que ainda possa viver muito tempo,mas se assim for,posso então perdi-lhe uma última benção para os confrades,para os seus filhos espirituais e para os seus doentes?" "Com certeza,disse ele,do coração os abençoo a t…

Santidade: O amor a Jesus Cristo.

Imagem
O ser humano necessita de Deus. O homem, em sua essência, em sua natureza, é capaz de alcança-lo e por isso o busca, tantas vezes sem saber. Quantos artistas que tantas vezes, retratando seus sentidos em diversas expressões, falam do transcendental acidentalmente!
Nesta ânsia nos deparamos com uma realidade genérica: a busca pela santidade. Mas, afinal, o que é ser santo? Do que se trata? Pois bem, na vivência cristã somos interpelados por questões, muitas vezes em forma de cobrança, a cerca desta temática.
Ser santo é seguir aquilo que está nas Escrituras. Ser santo é obedecer aos Mandamentos da Lei de Deus. Ser santo é perseverar na doutrina da fé católica e manter uma comunhão com a mesma. Ser santo é professar a fé da Igreja em Deus-Pai pelo Filho, Jesus Cristo, no Espírito Santo. Muitas são as definições, graças a Deus, porém uma primordial é esquecida: ser santo é, antes de tudo, viver tudo isto como um estado de vida.
Não bebo água por prazer, mas porque tenho sede. Não me alim…

Santo Pio de Pietrelcina

Imagem
(1887-1968)
Santo Pio de Pietrelcina Padre Pio nasceu no dia 25 de maio de 1887, em Pietrelcina, Itália. Era filho de Gracio Forgione e de Maria Josefa de Nunzio. No dia seguinte, foi batizado com o nome de Francisco, e mais tarde seria, de fato, um grande seguidor de são Francisco de Assis. Aos doze anos, recebeu os sacramentos da primeira comunhão e do crisma. E aos dezesseis anos, entrou no noviciado da Ordem dos Frades Menores Capuchinhos, da cidadezinha de Morcone, onde vestiu o hábito dos franciscanos e tomou o nome de frei Pio. Terminado o ano de noviciado, fez a profissão dos votos simples e, em 1907, a dos votos solenes. Depois da ordenação sacerdotal, em 1910, no Convento de Benevento, padre Pio, como era chamado, ficou doente, tendo de voltar a conviver com sua família para tratar sua enfermidade, e lá permaneceu até o ano de 1916. Quando voltou, nesse ano, foi mandado para o Convento de San Giovanni Rotondo, lugar onde viveu até a morte. Padre Pio passou toda a sua vida contrib…

98 anos da Estigmatização de São Pio de Pietrelcina.

Imagem
"Em 20 de setembro de 1918, depois da celebração da Missa, ao entreter-me para fazer a ação de graças no Coro, em um momento fui assaltado por um grande temor, depois voltei para a calma e vi Nosso Senhor com a postura de quem está na cruz. Não teria me impressionado se tivesse a Cruz, lamentando-se da falta de correspondência dos homens, especialmente dos consagrados a Ele e, e por isso, mais favorecidos.
Assim, continua seu relato, se manifestava que ele sofria e que desejava associar as almas à sua Paixão. Convidava-me a compenetrar-me com suas dores e a meditá-las: ao mesmo tempo, a ocupar-me da saúde dos irmãos. Imediatamente me senti cheio de compaixão pelas dores do Senhor e lhe perguntava o que podia fazer. Ouvi esta voz: "Eu te associo a minha paixão". E logo depois, desaparecida a visão, voltei a mim, recobrei a razão e vi estes sinais aqui, dos quais pingava sangue. Antes não tinha nada."
Fonte: Facebook

Os 25 segredos da luta espiritual que Jesus revelou a Santa Faustina

Imagem
Como proteger-se dos ataques do demônio

Em Cracóvia, no dia 2 de junho de 1938, o Senhor Jesus ditou a uma jovem Irmã da Misericórdia um retiro de três dias. Faustina Kowalska registrou minuciosamente as instruções de Cristo em seu diário, que é um manual de mística na oração e na misericórdia divina. Este diário guarda as revelações de Cristo sobre o tema da luta espiritual, sobre como proteger-se dos ataques do demônio. Estas instruções se tornaram a arma de Faustina na luta contra o maligno inimigo. Jesus começou dizendo: ” Minha filha, quero instruir-te sobre a luta espiritual”. E estes foram seus conselhos: 1. Nunca confies em ti, mas entrega-te inteiramente à Minha Vontade. A confiança é uma arma espiritual. Ela é parte do escudo da fé que São Paulo menciona na Carta aos Efésios (6, 10-17): a armadura do cristão. O abandono à vontade de Deus é um ato de confiança; a fé em ação dissipa os maus espíritos. 2. Na desolação, nas trevas e diversas dúvidas, recorre a Mim e ao teu direto…

UM DOS MILAGRES MAIS BELOS DO PADRE PIO.

Imagem
Uma criança de seis meses estava gravemente doente, apesar do tratamento médico, sua morte parecia inevitável, mas não para sua mãe, que resolveu leva-la até San Giovanni Rotondo, para pedir a interseção do Padre Pio. A viagem de trem seria longa e cansativa, mas nada detinha a mãe. Tinha fé no poder ilimitado de Deus, tinha fé na poderosa interseção de Padre Pio e assim partiu. No decorrer da viagem, agravou-se o estado de saúde da criança, que veio a falecer. A mãe, sem perder a fé e a confiança no Senhor, enrolou o bebê em panos e colocou-o dentro de uma valise. Ao chegar a San Giovanni, apressou-se em ir até o convento, encontrou-o no confessionário. Pegou uma senha e entrou na fila , com a criança morta dentro da valise. E quando chegou sua vez , ajoelhou-se, aos prantos, diante de Padre Pio e abriu a valise. Padre Pio empalideceu. Ergueu os olhos para o céu , profundamente emocionado, e entrou em oração. Havia um médico presente : era o Dr. Sanguinetti,braço direito do Padre Pio …

Conheça a Bíblia: Evangelhos

Imagem
Sua dose diária de cultura bíblica, aproveite!

Chamamos “Evangelho” a um género literário de escritos do Novo Testamento que tem apenas quatro exemplares na literatura universal: os Evangelhos segundo Mateus, Marcos, Lucas e João. Este género de escritos apareceu depois das Cartas autênticas de Paulo e propôs-se transmitir factos e palavras da vida de Jesus de Nazaré, que as Cartas não tinham ainda referido. Os Evangelhos transmitem-nos factos históricos (Dv 19), mas não de maneira “fria” e “isenta”, à maneira da historiografia moderna; os factos e as palavras de Jesus são coloridos pela experiência das comunidades da primeira geração cristã, que vai dos anos 30 a 70. QUATRO EVANGELHOS É esta experiência das comunidades cristãs que vai influir na tonalidade própria de cada um dos quatro Evangelhos. Por detrás da autoria individual dos Evangelhos a qual vem da Tradição do séc. II e não se encontra no texto dos Evangelhos está também uma ou várias comunidades cristãs. A Constituição Dei…

Conheça a Bíblia: Cartas de São Paulo

Imagem
Sua dose diária de cultura bíblica, aproveite!

O nome de Paulo aparece como autor de 13 Cartas do Novo Testamento, escritas a diferentes comunidades, ao longo de uns cinquenta anos. Não sabemos ao certo quem e como se fez a coleção do chamado “Corpus Paulino”. Esta colecção contém as Cartas “proto-paulinas” – ou seja, as autênticas, as que ele próprio escreveu – e as dêutero-paulinas, escritas talvez pelos seus discípulos. São proto-paulinas: Romanos, Gálatas, 1 Tessalonicenses, 1 e 2 Coríntios, Filipenses e Filémon; as dêutero-paulinas – escritas entre 70 e 100 – são as “Cartas Pastorais” – 1 e 2 Timóteo, Tito – e as restantes: Efésios, Colossenses, 2 Tessalonicenses. Ao todo, treze Cartas. No fim do séc. II, a colecção das treze “Cartas de Paulo” (lista que incluía frequentemente Hebreus) estava feita e era aceite em toda a Igreja como Palavra de Deus (ver 2 Pe 3,15-16). PAULO ESCRITOR? Paulo não foi primariamente um escritor, mas um rabino convertido na célebre “Visão de Damasco” (