Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2013

O Homem depravado

Duas espécies de coisas multiplicam os pecados e uma terceira acarreta a cólera: a paixão ardente como fogo aceso: não se apaga enquanto tiver o que devorar;
o homem que deseja a sua própria carne: não cessa enquanto o fogo não a consumir; para o homem sensual todo o alimento é doce, não se acalma enquanto não morrer.
O homem que peca no seu próprio leito diz em seu coração: "Quem me vê?
As trevas me envolvem, as paredes me escondem, ninguém me vê, o que temerei?
O Altíssimo não se lembrará de meus pecados.
O seu temor são os olhos dos homens e não sabe que os olhos do Senhor são 
infinitamente mais luminosos do que o sol, veem todos os caminhos dos homens e penetram os lugares mais secretos.
Antes de serem criadas, ele já conhecia todas as coisas, depois de acabadas também as conhece.
Tal homem será castigado na praça da cidade, será preso onde não pensava.

ECLESIÁSTICO 23, 16-21 Bíblia de Jerusalém

LADAINHA DA HUMILDADE

Imagem
Ó Jesus, manso e humilde de coração, ouvi-me. Do desejo de ser estimado, livrai-me, ó Jesus. Do desejo de ser amado, livrai-me, ó Jesus. Do desejo de ser conhecido, livrai-me, ó Jesus. Do desejo de ser honrado, livrai-me, ó Jesus. Do desejo de ser louvado, livrai-me, ó Jesus. Do desejo de ser preferido, livrai-me, ó Jesus. Do desejo de ser consultado, livrai-me, ó Jesus. Do desejo de ser aprovado, livrai-me, ó Jesus.

Do receio de ser humilhado, livrai-me, ó Jesus. Do receio de ser desprezado, livrai-me, ó Jesus. Do receio de sofrer repulsas, livrai-me, ó Jesus. Do receio de ser caluniado, livrai-me, ó Jesus. Do receio de ser esquecido, livrai-me, ó Jesus. Do receio de ser ridicularizado, livrai-me, ó Jesus. Do receio de ser infamado, livrai-me, ó Jesus. Do receio de ser objeto de suspeita, livrai-me, ó Jesus.

Que os outros sejam amados mais do que eu, Jesus, dai-me a graça de desejá-lo. Que os outros sejam estimados mais do que eu, Jesus, dai-me a graça de desejá-lo. Que os outros possam elevar-se na op…
O Mendigo e o Papa (Uma lição de humildade)
Um sacerdote norte-americano, da Diocese de Nova York, certo dia, encontrou um mendigo na rua. Depois de observa-lo durante um momento, o sacerdote se deu conta de que conhecia aquele homem. Era um antigo companheiro do seminario, ordenado sacerdote no mesmo dia que ele. Agora, maltrapilho, mendigava pelas ruas. O padre, depois de se identificar e de cumprimenta-lo, escutou dos lábios do mendigo como tinha perdido a sua fé e a sua vocação. Ficou profundamente enternecido. Despediu-se do velho amigo, mas ele não saia de sua cabeça. No dia seguinte, o sacerdote teve a oportunidade de assistir a uma missa privada celebrada pelo Papa João Paulo II, e, como é costume, pode cumprimenta-lo no final da celebração. Ao chegar a sua vez, sentiu o impulso de se ajoelhar em frente ao Santo Padre e de pedir que rezasse por seu antigo companheiro de seminario, descrevendo brevemente a situacao ao Papa. Um dia depois, recebeu um convite para cear com o Papa, com …

ROSTOS TRANSFIGURADOS

Imagem
Jesus se transfigura diante dos discípulos que o acompanham no monte, aonde se dirigiram para rezar, em contato mais profundo com o Pai. É aí que se completa e se plenifica a aliança de Deus com a humanidade, iniciada com Abraão. Cristo, transfigurado diante dos três discípulos, será dentro em pouco o Cristo "desfigurado" da paixão. Sua glória, revelada na transfiguração, passará, portanto, pelo sofrimento e pela humilhação.
Na cena do evangelho de hoje, Jesus se entretém numa conversa com Moisés e Elias (representantes do Antigo Testamento: leis e profetas) sobre sua partida próxima, ou seja, sobre seu êxodo definitivo  para a casa do Pai.
O resto de Jesus, em oração ao Pai, muda de aspecto. É exemplo de oração que transforma não apenas a pessoa, mas também os outros e a própria realidade. Todo encontro autêntico e sincero com Deus deixa marcas em cada rosto orante.
Os três discípulos, dominados pelo sono, acabam dormindo. Quando o mestre está ameaçado ou quando pede compromis…

NA ESCOLA DE MARIA, MULHER « EUCARÍSTICA »

Imagem
Se quisermos redescobrir em toda a sua riqueza a relação íntima entre a Igreja e a Eucaristia, não podemos esquecer Maria, Mãe e modelo da Igreja. Na carta apostólica Rosarium Virginis Mariæ, depois de indicar a Virgem Santíssima como Mestra na contemplação do rosto de Cristo, inseri também entre os mistérios da luz a instituição da
Eucaristia.(102) Com efeito, Maria pode guiar-nos para o Santíssimo Sacramento porque tem uma profunda ligação com ele.
À primeira vista, o Evangelho nada diz a tal respeito. A narração da instituição, na noite de Quinta-feira Santa, não fala de Maria. Mas sabe-se que Ela estava presente no meio dos Apóstolos, quando, « unidos pelo mesmo sentimento, se entregavam assiduamente à
oração » (Act 1, 14), na primeira comunidade que se reuniu depois da Ascensão à espera do Pentecostes. E não podia certamente deixar de estar presente, nas celebrações eucarísticas, no meio dos fiéis da primeira geração cristã, que eram assíduos à « fracção do pão » (Act 2, 42).
Para al…

Não ME agrada a morte de nenhum pecador!

Imagem
Deus esquecerá facilmente dos seus pecados! A nossa decisão de hoje pode mudar totalmente os rumos da nossa vida. Infelizmente muitos estão submersos no pecado, sabem disso e não querem se humilhar na presença do REI. Outros por auto se condenarem esquecem da maravilhosa misericórdia de Deus par a com aqueles que estão afastados da sua graça «Será porventura a morte do pecador que Me agrada? Não é antes que se converta e viva?»
Leitura da Profecia de Ezequiel
Assim fala o Senhor Deus:
«Se o pecador se arrepender de todas as faltas que cometeu,
se observar todos os meus mandamentos
e praticar o direito e a justiça,
certamente viverá e não morrerá.
Não lhe serão lembrados os pecados que cometeu
e viverá por causa da justiça que praticou.Será porventura a morte do pecador que Me agrada?— diz o Senhor Deus —Não é antes que se converta do seu mau proceder e viva?Mas se o justo se desviar da justiça e praticar o mal,
imitando as abominações dos pecadores,porventura viverá?Não mais será reco…

O SIGNIFICADO DO LOGO: Ano da Fé

Imagem
O Ano da Fé é um tempo próprio para redescobrir, aprofundar e viver a fé católica. Esse período foi aberto oficialmente pelo Papa Bento XVI no dia 11 deste mês com uma Santa Missa realizada no Vaticano.
Até o dia 24 de novembro de 2013, quando será encerrado o Ano da Fé, o Santo Padre propõe várias atitudes para os católicos crescerem nessa virtude, entre elas, estudar o Catecismo da Igreja Católica (CIC), melhorar o testemunho cristão e crescer em obras de caridade.
Uma logomarca vai acompanhar toda a trajetória do Ano da Fé, carregada de um significado próprio. Entenda cada parte deste logo:
No campo quadrado e com borda, encontra-se simbolicamente representada a nau, imagem da Igreja, que navega sobre águas sutilmente esboçadas.
O mastro principal é uma cruz que iça as velas. Estas por sua vez, realizam o Trigama de Cristo (IHS). E, ao fundo das velas, aparece o sol que associado ao Trigama remete à Eucaristia.

Kelen Galvan
Da Redação Canção Nova, com Arquidiocese de Palmas

Cinco dimensões ou estágios da vida eterna

Imagem
Por Frei Franbezant, OFMConv 1.Confiança e fé em Jesus, o "Filho do homem", aquele que foi ungido para nos salvar (...) Essa confiança é uma realidade, e é ela mesma uma verdadeira manifestação da vida "das alturas", não das capacidades humanas normais. É, como diz Hb 11,1, "a convicção de factos que não se veem". Qualquer um que verdadeiramente possui essa confiança tem absoluta certeza de estar "lá dentro".
2.Mas essa confiança na pessoa de Jesus leva naturalmente ao desejo de ser seu aprendiz na vida do reino de Deus. (...) A condição de aprendiz de Jesus significa viver no seu mundo, ou seja, colocar em prática os seus ensinamentos (Jo 8,31). E isso gradualmente integra toda a nossa existência no glorioso mundo da vida eterna. Tornamo-nos "verdadeiramente [...] livres" (Jo 8,36).
3.A abundância de vida que se alcança quando se é discípulo de Jesus, "permanecendo na sua palavra", naturalmente conduz à obediência. O ensinament…

Angustia Mortal (Será que você não está assim hoje?)

Imagem
Quantos de nós em situções limites nos vemos sem saída e encurralados pela ação do inimigo. Quantos de nós nas horas mais difíceis não temos a ajuda de ninguém, as vezes nem para conversar; é nesta hora que entra a providência divina...

Leitura do Livro de Ester
Naqueles dias, a rainha Ester, tomada de angústia mortal,
procurou refúgio no Senhor
e fez esta súplica ao Senhor, Deus de Israel:
«Meu Senhor, nosso único Rei,
vinde socorrer-me,
porque estou só e não tenho outro auxílio senão Vós
e corre perigo a minha vida.
Desde criança, ouvi dizer na minha tribo paterna
que Vós, Senhor, escolhestes Israel entre todos os povos
e os nossos pais entre os seus antepassados,
para serem a vossa herança perpétua,
e cumpristes tudo o que lhes tínheis prometido.
Lembrai-Vos de nós, Senhor,
e manifestai-Vos no dia da nossa tribulação.
Fortalecei-me, Rei dos deuses e Senhor dos poderosos.
Ponde em meus lábios palavras harmoniosas,
quando estiver na presença do leão,
e mudai o seu coração,
para que…

"Sacramento do batismo"

Imagem
Sacramento do BatismoDeus ao criar o homem, além da vida natural, concedeu-lhe uma vida sobrenatural. A graçasobrenatural ia ser a herança que todos os homens transmitiriam a sua posteridade. Mas ohomem rechaçou a Deus cometendo o primeiro pecado, perdendo assim aGraça Santificante e a união com Deus.O próprio Deus, na pessoa de Jesus Cristo, ofereceu a reparaçãoinfinita pela ingratidão do homem. Jesus iluminou o abismo que havia entre adivindade e a humanidade.Para restaurar na alma a graça perdida, Jesus instituiu o Sacramento do Batismo. Através do Batismo a alma passa a participar da própria vida deDeus e a essa participação chamamos Graça Santificante.É o Sacramento da iniciação cristã, pois nos liberta do pecado original,nos faz sermos acolhidos pelo Pai e nos apresenta na Igreja a qual incorporamos e nos tornamostemplos vivos da Santíssima Trindade: “Aquele que permanece em mim e eu nele, este dá muitosfrutos, porque sem mim nada podeis fazer”.O Batismo é como uma semente que s…

"Sede santos, porque EU o Senhor sou santo"

Imagem
Nossa especialidade muitas vezes é julgar e condenar. Muitos por conhecerem bem a palavra usa a mesma para atacar, difimar e rebaixar os que ainda não estão no caminho e acham que não precisdam fazer mais nada por já conhecerem Cristo. Tomemos cuidado pois o demônio é astucioso e articulador...

Leitura do Livro do Levítico
O Senhor dirigiu-Se a Moisés, dizendo:«Fala a toda a comunidade dos filhos de Israel e diz-lhes:‘Sede santos, porque Eu, o Senhor, vosso Deus, sou santo.
Não furtareis, não direis mentiras, nem cometereis fraudes uns com os outros.
Não prestarás juramento falso, invocando o meu nome,
pois profanarias o nome do teu Deus.
Eu sou o Senhor.
Não oprimirás nem expropriarás o teu próximo.Não ficará contigo até ao dia seguinte o salário do jornaleiro.Não insultarás um surdo nem colocarás tropeços diante de um cego, mas temerás o teu Deus. Eu sou o Senhor.
Não cometerás injustiças nos teus julgamentos:
não favorecerás indevidamente um pobre,
nem darás preferência ao poderoso;
julgarás …

SERÁ ESTE O JEJUM QUE ME AGRADA?

Imagem
Muitas vezes sabemos onde precisamso melhorar, mas por comodismo, falta de interesse e tempo para as coisas de Deus
acabamos vivendo de qualquer jeito e longe da graça de Deus.
Reflita neste tempo de quaresma sobre a sua amizade com Deus!

Leitura do Livro de Isaías
Eis o que diz o Senhor Deus:
«Clama em altos brados sem cessar, ergue a tua voz como trombeta.
Faz ver ao meu povo as suas faltas e à casa de Jacob os seus pecados.
Todos os dias Me procuram e desejam conhecer os meus caminhos, como se fosse um povo que pratica a justiça, sem nunca ter abandonado a lei do seu Deus.
Pedem-Me sentenças justas, querem que Deus esteja perto de si e exclamam:‘De que nos serve jejuar, se não Vos importais com isso?
De que nos serve fazer penitência, se não prestais atenção?’Porque nos dias de jejum correis para os vossos negócios
e oprimis todos os vossos servos.
Jejuais, sim, mas no meio de contendas e discussões
e dando punhadas sem piedade.
Não são jejuns como os que fazeis agora
que farão ouvir no alto …

Ponho hoje diante de vós a benção e a maldição!

Imagem
Que você não deixe esse tempo quaresmal passar em vão ou ser vivido de qualquer jeito, medite nas leituras deste tempo, pois a Aquele que é fala conosco!


Leitura do Livro do Deuteronómio
Moisés falou ao povo, dizendo:
«Ponho hoje diante de ti
a vida e a felicidade, a morte e a infelicidade.
Se cumprires os mandamentos do Senhor, teu Deus,
que hoje te proponho
— amando o Senhor, teu Deus,
seguindo os seus caminhos
e observando a sua lei, os seus mandamentos e preceitos —
viverás e multiplicar-te-ás
e o Senhor, teu Deus, te abençoará
na terra de que vais tomar posse.
Mas se o teu coração se desviar e não quiseres ouvir,
se te deixares seduzir para adorar e servir outros deuses,
declaro-te hoje que hás-de perecer
e não prolongarás os teus dias
na terra em que vais entrar para dela tomar posse
depois de passares o Jordão.
Tomo hoje o céu e a terra como testemunhas contra vós:
proponho-vos a vida e a morte, a bênção e a maldição.
Portanto, escolhe a vida,
para que vivas tu e a tua desc…

ENTENDENDO A ESCOLHA DO NOVO PAPA (O Conclave)

Imagem
CONSTITUIÇÃO APOSTÓLICA
DO SUMO PONTÍFICE JOÃO PAULO II
UNIVERSI DOMINICI GREGIS ACERCA DA VACÂNCIA DA SÉ APOSTÓLICA
E DA ELEIÇÃO DO ROMANO PONTÍFICE JOÃO PAULO
BISPO SERVO DOS SERVOS DE DEUS
PARA PERPÉTUA MEMÓRIA
TODO O REBANHO DO SENHOR tem como Pastor o Bispo da Igreja de Roma, onde, por soberana disposição da Providência divina, o bem-aventurado Apóstolo Pedro, pelo martírio, prestou a Cristo o supremo testemunho do sangue. Assim, é bem compreensível que tenha sido sempre objecto de particular atenção a legítima sucessão apostólica nesta Sede, com a qual, por ser «mais excelente por causa da sua origem, deve necessariamente estar de acordo toda a Igreja» [1].
Por isso mesmo, os Sumos Pontífices, ao longo dos séculos, consideraram seu preciso dever, e igualmente específico direito, regular, com normas adequadas, a boa ordem na eleição do Sucessor. Assim, nos tempos mais recentes, os meus Predecessores S. Pio X [2], Pio XI [3], Pio XII [4], João XXIII [5] e, por último, Paulo VI [6]