sábado, 30 de julho de 2016

Os 7 passos do perdão


Eu te perdoo”: estas podem ser as três palavras mais difíceis de serem ditas. Apesar de simples, carregam um peso enorme. Perdoar pode ser extremamente difícil, principalmente quando você está se sentindo triste, desapontado e ferido pelo que aconteceu. Mas o perdão é libertador, ele consegue te livrar da dor, do sofrimento e da culpa que podem te acompanhar durante uma vida inteira. Faz bem tanto para a “vítima” quanto para o “culpado”, é fruto de um trabalho pessoal e interno que sempre começa com o desejo de perdoar.
Mais do que tudo, perdoar é um ato de coragem. Para perdoar você vai ter que passar por várias etapas que, apesar de dolorosas, são necessárias para liberar o melhor presente que você pode dar ou receber de alguém: o perdão.

Por que é tão difícil perdoar?
O perdão é um fardo pesado. Você está ferido, está machucado, e isso não parece nem um pouco justo para você. Você quer descarregar a sua dor mas não sabe onde descontá-la, então continua carregando esse fardo com você.
Para você, perdoar não faz sentido. Você acha que é ilógico perdoar alguém que te causou tanto mal e lhe trouxe tanta dor. Você provavelmente diz para si mesmo: “Ele é quem deve me pedir perdão. Foi ele quem me machucou. Por que então eu deveria perdoá-lo?”.
É preciso ter muita coragem para perdoar alguém. Você precisa se tornar vulnerável quando tudo o que mais quer é se proteger. Perdoar é difícil porque você se expõe ao medo de ser ferido novamente.
A seguir estão os sete passos a serem seguidos para perdoar alguém:

1. Identifique a sua mágoa
Localize a verdadeira fonte de sua dor, se necessário vá até as profundezas do seu ser para achá-la. Às vezes, já estamos há tanto tempo machucados que já nem nos lembramos mais do real motivo do nosso ressentimento. É importante lembrar que às vezes também precisamos de perdão, nem sempre o outro foi a causa de nossa mágoa. Às vezes cometemos erros e nos culpamos demais, por isso é importante identificar a causa da sua mágoa. Então tente descobrir qual é a causa desse sentimento conflitante: você pode ter fracassado, perdido uma oportunidade por causa de alguém, ou alguém pode ter sido cruel com você, te ofendido ou até mesmo te agredido, etc.. Independentemente da razão, tente identificar a raiz de sua dor.

2. Reconheça que você tem emoções dolorosas
O que você está sentindo? Tristeza, culpa, raiva, solidão? Pode ser até mesmo algo mais profundo que isso, como ódio, aversão, ciúmes ou depressão? Isso tudo faz parte de um mecanismo de defesa que está bem enterrado em algum lugar do seu inconsciente, é necessário deixar que essas emoções fluam e que você reconheça e expresse o que estiver sentindo. Escreva em uma folha todas as emoções negativas que você está sentindo, se acha que não consegue fazer isso sozinho, procure um psicoterapeuta. Não julgue a si mesmo, lembre-se que isso tudo faz parte do processo e mesmo que seja doloroso, é necessário que sinta essas emoções para que se livre do fardo pesado que está carregando.

3. Perdoe a si mesmo
O perdão começa de dentro para fora. Lembre-se de que a culpa não é sua, não se sinta culpado por alguém ter te machucado. Só porque você estava envolvido não implica que você tenha sido o culpado por tudo o que aconteceu, perdoar a si mesmo é essencial para conseguir liberar o perdão. Apenas se perdoando você será capaz de se livrar das emoções negativas que estão associadas à dor causada pela outra pessoa.

4. Tenha empatia
Deixe o fluxo da empatia entrar em sua vida. Em primeiro lugar seja empático consigo mesmo, em seguida, tente aos poucos ter empatia pela pessoa que o magoou. Tente entender suas motivações, emoções, circunstâncias, tente entender o porquê dela ter agido de tal forma. Você precisa desafiar a si mesmo e se colocar no lugar dessa pessoa para conseguir ver a situação a partir da perspectiva dela.

5. Perdoe
Compaixão e empatia se materializam em ações quando você esquece o problema e parte para a solução. Sinta-se livre para perdoar essa pessoa. Você é capaz de perdoá-la agora que já se perdoou e viu as coisas por outra perspectiva. Não vale a pena continuar carregando esse peso. Lembre-se de que o perdão é a melhor coisa que alguém pode receber, então perdoe e se livre desse fardo!

6. Tenha gratidão
O perdão é uma das formas mais poderosas de crescimento pessoal, tanto para quem perdoa quanto para quem é perdoado. Muitas pessoas que foram perdoadas concordam que esse gesto as libertou e mudou as suas vidas de forma positiva. Quando você se livra do fardo da mágoa e de todos os sentimentos negativos que estão associadas a ela, você adquire a paz e a liberdade necessária para viver uma versão melhor de si mesmo. Você também passa a transmitir essa paz e liberdade às pessoas ao seu redor.

7. Permita-se amar novamente
O perdão permite que possamos amar novamente. Agora que você finalmente conseguiu liberar o perdão, seu coração poderá se encher de amor. Você está mais forte, porque sabe que é capaz de amar a si mesmo e aos outros, não importa qual foi a magnitude das transgressões sofridas no passado, agora você tem uma das melhores habilidades que um ser humano pode desenvolver: o perdão.

(Raquel Lopes, via Psiconlinews)

quinta-feira, 28 de julho de 2016

A maneira mais eficaz de evitar as fofocas


Quando você menos espera, um(a) amigo(a) chega com uma fofoca. O que fazer?

fofoca

Quando você menos espera, um(a) amigo(a) chega com uma fofoca. O que fazer?
A história a seguir pode servir como receita eficaz, confira:
Na Grécia antiga, Sócrates era um mestre reconhecido por sua sabedoria. Certo dia, o grande filósofo se encontrou com um conhecido que lhe disse:
– Sócrates, sabe o que acabo de ouvir sobre um de seus alunos?
– Um momento, respondeu Sócrates. Antes de me dizer, gostaria que você passasse por um pequeno teste. Chama-se “Teste dos 3 filtros”.
– Três filtros?
– Sim, continuou Sócrates. Antes de me contar o que quer que seja sobre meu aluno, é bom pensar um pouco e filtrar o que vais me dizer.
O primeiro filtro é o da Verdade. Estás completamente seguro de que o que me vai dizer é verdade?
– Bem… Acabo de saber…
– Então, sem saber se é verdade, ainda assim quer me contar?
Vamos ao segundo filtro, que é o da Bondade. Quer me contar algo de bom sobre meu aluno?
– Não, pelo contrário.
– Então, interrompeu Sócrates, queres me contar algo de ruim sobre ele, que não sabes se é verdade!
Ora veja! Ainda podes passar no teste, pois ainda resta o terceiro filtro, que é o da Utilidade. O que queres me contar vai ser útil para mim?
– Acho que não muito.
– Portanto, concluiu Sócrates, se o que você quer me contar pode não ser verdade, não ser bom e pode não ser útil, então para que contar?

(Autor desconhecido)

http://pt.aleteia.org/2016/07/26/a-maneira-mais-eficaz-de-evitar-as-fofocas/?utm_campaign=NL_pt&utm_source=daily_newsletter&utm_medium=mail&utm_content=NL_pt

quinta-feira, 21 de julho de 2016

Caminho para a Santidade


Sair do pecado é difícil, mas não é impossível. E se você já se libertou, continue, persevere, não se deixe levar de novo. Seja você quem for, seja qual for o seu problema, se Jesus entrar na sua vida, ela será transformada.

Talvez você não aguente sua vida, por estar no caminho errado; quer mudar, mas não consegue. Dessa forma, deixe Jesus entrar sua vida, em seu coração, assim como fez Zaqueu e Maria Madalena.

Possivelmente você dirá: "Eu não sou digno, já fui longe demais". Não! Deus não o está acusando nem jogando  na sua cara seus pecados, Ele o está chamando de volta. Não se desclassifique, porque para Jesus não existe caso sem solução. Entregue sua vida a Ele agora. Para Ele não existe "beco sem saída";"para Deus nada é impossível" (Lc 1,37), disse o Anjo a Virgem Maria. Leia Ef 2,1-6.

Monsenhor Jonas Abib ✍🏻 

Obrigado!

Nosso muito obrigado a todos que participaram da Novena do Perdão. Deus tem graças transbordantes para serem derramadas nas nossas vidas, mas ELE não vê ambiência, não vê condições para que isso aconteça. A falta de perdão paralisa nossas vidas, impede que bençãos sejam derramadas em nós. Somos como vasos ainda muito sujo que precisa ser limpado. Essa Novena não foi feita para obter mais “Likes”, mais compartilhamentos, mais sim para alertar a todos nós da necessidade da prática e do perdão em nossas vidas. Que o Espírito Santo o ajude a discernir e te de coragem para perdoar e avançar na graça e na plenitude de Deus. Graças de Deus transbordantes na sua vida. O perdão é com certeza uma porta de entrada de uma melhor aproximação, intimidade e comunhão em Deus. Que a força da fé te preencha de tal maneira que muda sua vida, história, seu caminho. ELE vive, ELE reina e ELE diz: Vem a mim como estás…


Até Breve…

filhosespirituaisdepepio.blogspot.com.br

quarta-feira, 20 de julho de 2016

Novena do Perdão – Nono Dia

Para pedir a ajuda de Nossa Senhora

Reflexão: Palavras de São Josemaria Escrivá

O coração dulcíssimo de Maria deve ter sofrido muito ao presenciar a crueldade coletiva, o encarniçamento que foi, da parte dos verdugos, a Paixão e Morte de Jesus. Mas Maria não fala. Como seu Filho, ama, cala e perdoa. Essa é a força do amor (Amigos de Deus, n. 237).

Quando somos verdadeiramente filhos de Maria, nosso coração se dilata e revestimo-nos de entranhas de misericórdia (É Cristo que passa, n.146).

Acostuma-te a colocar o teu pobre coração no Doce e Imaculado Coração de Maria, para que o purifique de tanta escória, e te leve ao Coração Sacratíssimo e Misericordioso de Jesus (Sulco, n. 830).

Pedido

Mãe de misericórdia, Consoladora dos aflitos, Refúgio dos pecadores, tu que estiveste unida ao Sacrifício de Jesus, quando derramava o sangue na Cruz para lavar-nos dos nossos pecados, tem compaixão de nós, pobres pecadores, que não conseguimos perdoar.

Faz com que, quando sintamos que nos queima o rancor, a raiva ou o desejo de desforra, nos lembremos de ti; faz com que não esqueçamos que temos uma Mãe que nos ama e que quer aquecer a dureza do nosso coração com o calor do seu Coração Imaculado.

Acolhe-nos, Mãe, no teu regaço como crianças pequenas, acalma com o teu sorriso a nossa cólera, alcança-nos de teu Filho o dom de desculpar, de esquecer e de não remoer amarguras; e também o de amar e querer bem os que não nos querem bem. Leva-nos, Mãe – como pede São Josemaria – bem dentro do Coração Sacratíssimo e Misericordioso de Jesus.

Rezar a oração a São Josemaria

Ó Deus, que por mediação da Santíssima Virgem Maria, concedestes inumeráveis graças a São Josemaria, sacerdote, escolhendo-o como instrumento fidelíssimo para fundar o Opus Dei, caminho de santificação no trabalho profissional e no cumprimento dos deveres cotidianos do cristão, fazei que eu saiba também converter todos os momentos e circunstâncias da minha vida em ocasião de Vos amar, e de servir com alegria e com simplicidade a Igreja, o Romano Pontífice e as almas, iluminando os caminhos da terra com o resplendor da fé e do amor. Concedei-me por intercessão de São Josemaria o favor que vos peço. Assim seja.

Pai Nosso, Ave-Maria, Glória.

terça-feira, 19 de julho de 2016

Novena do Perdão – Oitavo Dia


Para devolver bem por mal

Reflexão: Palavras de São Josemaria Escrivá

À nossa reincidência no mal, responde Jesus com a sua insistência em redimir-nos, com abundância de perdão (Via Sacra 7ª est.).

Valem tanto os homens, a sua vida e a sua felicidade, que o próprio Filho de Deus se entrega para os redimir, para os purificar, para os elevar (É Cristo que passa, n.165).

Tarefa do cristão: afogar o mal em abundância de bem (Sulco, n. 864).

Acostuma-te a apedrejar esses pobres “odiadores”, respondendo às suas pedradas com Ave-Marias(Forja, n. 650).

Pedido

Bom Jesus, eu reconheço que, quando me sinto ofendido, começa a ferver dentro de mim o desejo de revidar. Exatamente o que Tu não fizeste!

Como é difícil conter a fantasia das vinganças pequenas ou grandes que a minha imaginação arquiteta. E, no entanto, sei que deveria pensar em perdoar!

Faz, Senhor, que quando me sinta assim, venham à minha memória as tuas palavras: «Fazei bem aos que vos odeiam, orai pelos que vos maltratam e perseguem» (Mt 5,44), e as de São Paulo: «Não te deixes vencer pelo mal, mas triunfa do mal com o bem» (Rm 12,21).

Eu te suplico, Senhor, que a meditação das palavras de São Josemaria para o dia de hoje desperte em mim, por sua intercessão, resoluções de rezar sempre pelos que me causam um mal e de lhes desejar o bem, de «afogar o mal em abundância de bem».

Rezar a oração a São Josemaria

Ó Deus, que por mediação da Santíssima Virgem Maria, concedestes inumeráveis graças a São Josemaria, sacerdote, escolhendo-o como instrumento fidelíssimo para fundar o Opus Dei, caminho de santificação no trabalho profissional e no cumprimento dos deveres cotidianos do cristão, fazei que eu saiba também converter todos os momentos e circunstâncias da minha vida em ocasião de Vos amar, e de servir com alegria e com simplicidade a Igreja, o Romano Pontífice e as almas, iluminando os caminhos da terra com o resplendor da fé e do amor. Concedei-me por intercessão de São Josemaria o favor que vos peço. Assim seja.


Pai Nosso, Ave-Maria, Glória.

segunda-feira, 18 de julho de 2016

Novena do Perdão – Sétimo Dia

Para dar o primeiro passo

Reflexão: Palavras de São Josemaria Escrivá

Nosso Pai do Céu perdoa qualquer ofensa quando o filho volta de novo para Ele. Nosso Senhor é de tal modo Pai, que prevê os nossos desejos de sermos perdoados e a eles se antecipa, abrindo-nos os braços com a sua graça (É Cristo que passa, n. 64).

O Senhor tomou a iniciativa, vindo ao nosso encontro. Deu-nos esse exemplo (Amigos de Deus, n. 228).

No Sacramento da Penitência tu e eu nos revestimos de Jesus Cristo e dos seus merecimentos(Caminho, n. 310).

Pedido

Deus, Pai de misericórdia, abro o Evangelho e vejo que Jesus me pede dar sempre o primeiro passo da reconciliação, ser eu o primeiro a tomar a iniciativa de pedir e oferecer perdão: «Deixa a tua oferta diante do altar e vai primeiro reconciliar-te com teu irmão» (Mt 5,24).

É justo que me peças isso porque assim Tu o fizeste. De fato, São Paulo diz que «quando éramos pecadores, Cristo morreu por nós» (Rm 5,8).
Meu Deus, como me custa dar esse passo quando estou convencido de que a razão está comigo e o ofendido sou eu! Parece-me algo sobre humano. Só com a tua força, Senhor!

São Josemaria, intercede por mim para que me decida a procurar o auxílio de Deus fazendo uma Confissão sincera, pois é nesse Sacramento que posso achar a graça de que preciso.


Rezar a oração a São Josemaria

Ó Deus, que por mediação da Santíssima Virgem Maria, concedestes inumeráveis graças a São Josemaria, sacerdote, escolhendo-o como instrumento fidelíssimo para fundar o Opus Dei, caminho de santificação no trabalho profissional e no cumprimento dos deveres cotidianos do cristão, fazei que eu saiba também converter todos os momentos e circunstâncias da minha vida em ocasião de Vos amar, e de servir com alegria e com simplicidade a Igreja, o Romano Pontífice e as almas, iluminando os caminhos da terra com o resplendor da fé e do amor. Concedei-me por intercessão de São Josemaria o favor que vos peço. Assim seja.

Pai Nosso, Ave-Maria, Glória.

domingo, 17 de julho de 2016

Novena do Perdão – Sexto Dia


Para vencer as discórdias familiares


Reflexão: Palavras de São Josemaria Escrivá

O convívio é possível quando todos se empenham em corrigir as deficiências próprias e procuram passar por alto as faltas dos outros (Questões atuais do Cristianismo, n. 108).

A paciência nos leva a ser compreensivos com os outros, persuadidos de que as almas, como o bom vinho, melhoram com o tempo (Amigos de Deus, n. 78).

O amor deve ser sacrificado, diário, feito de mil detalhes de compreensão, de sacrifício silencioso, de dedicação que não se percebe (É Cristo que passa, n. 36).

De calar não te arrependerás nunca; de falar, muitas vezes (Caminho, n. 639).

Pedido

Meu Deus, Tu sabes que me custa muito desculpar na vida familiar as faltas de consideração para comigo: faltas de atenção, de respeito, de paciência e de delicadeza; e sabes que me custa ainda mais admitir que também eu caio nessas mesmas falhas.

Peço-te ajuda para que, com a tua graça e pela intercessão de São Josemaria, seja capaz de vencer a falsa autoestima e de viver como nos pede São Paulo: «com toda a humildade e mansidão, com grandeza de alma, suportando-vos mutuamente com caridade» (Ef 4,2).

Livra-me, Senhor, da obsessão teimosa de achar que só eu estou certo; da grosseria, da impaciência perante pequenas faltas, das discussões por coisas sem transcendência… Peço-te a caridade de saber calar, sorrir, fazer boa cara, e pedir desculpas pelos meus excessos ao corrigir. E, se acaso houver necessidade, peço-te o espírito heróico de perdão com que acolheste Judas no Horto, na hora da traição.

Rezar a oração a São Josemaria

Ó Deus, que por mediação da Santíssima Virgem Maria, concedestes inumeráveis graças a São Josemaria, sacerdote, escolhendo-o como instrumento fidelíssimo para fundar o Opus Dei, caminho de santificação no trabalho profissional e no cumprimento dos deveres cotidianos do cristão, fazei que eu saiba também converter todos os momentos e circunstâncias da minha vida em ocasião de Vos amar, e de servir com alegria e com simplicidade a Igreja, o Romano Pontífice e as almas, iluminando os caminhos da terra com o resplendor da fé e do amor. Concedei-me por intercessão de São Josemaria o favor que vos peço. Assim seja.

Pai Nosso, Ave-Maria, Glória.




sábado, 16 de julho de 2016

Novena do Perdão – Quinto Dia

Para vencer o ressentimento


Reflexão: Palavras de São Josemaria Escrivá

Que alma tão estreita a dos que guardam zelosamente a sua “lista de agravos”!… Com esses infelizes, é impossível conviver (Sulco, n.738).

Perdoar. Perdoar com toda a alma e sem resquício de rancor! Atitude sempre grande e fecunda. – Esse foi o gesto de Cristo ao ser pregado na Cruz: “Pai, perdoa-os, porque não sabem o que fazem”. E daí veio a tua salvação e a minha (Sulco, n. 805).

Deus não se escandaliza dos homens. Deus não se cansa com as nossas infidelidades (É Cristo que passa, n. 64).

Nunca maltratei ninguém que me tenha virado as costas, nem mesmo quando, aos meus desejos de ajudar, me pagava com um desaforo (Amigos de Deus, n. 59).

Pedido

Meu Deus, eu sei que o ressentimento é uma ferida que o amor-próprio orgulhoso abre e remexe no coração, que é uma gangrena que o ódio cultiva dentro da alma.

Eu o temo, meu Deus, porque já o descobri dentro de mim, agarrado como um câncer.

Alguém dizia que o ressentimento é o forno do diabo. Tinha razão. Eu mesmo sinto que o rancor é um fogo maldito que queima o amor, a compreensão e a paz que deveriam marcar sempre o relacionamento entre os filhos de Deus.

Livra-me dele, Jesus! Ajuda-me a tirar esse mal por meio da confissão frequente. Concede-me, por intercessão de São Josemaria, forças do Céu para perdoar, para esquecer. Que eu não guarde nenhum rancor. Pelo contrário, que guarde as minhas mágoas dentro do teu Coração e ali aprenda a dizer: «Pai, perdoa-os!» (Lc 23,34)


Rezar a oração a São Josemaria

Rezar a oração a São Josemaria
Ó Deus, que por mediação da Santíssima Virgem Maria, concedestes inumeráveis graças a São Josemaria, sacerdote, escolhendo-o como instrumento fidelíssimo para fundar o Opus Dei, caminho de santificação no trabalho profissional e no cumprimento dos deveres cotidianos do cristão, fazei que eu saiba também converter todos os momentos e circunstâncias da minha vida em ocasião de Vos amar, e de servir com alegria e com simplicidade a Igreja, o Romano Pontífice e as almas, iluminando os caminhos da terra com o resplendor da fé e do amor. Concedei-me por intercessão de São Josemaria o favor que vos peço. Assim seja.


Pai Nosso, Ave-Maria, Glória.

sexta-feira, 15 de julho de 2016

Filme sobre Santo Inácio de Loyola, fundador dos jesuítas, chega aos cinemas

santo inacio
A vida de Inácio de Loyola, o fundador dos jesuítas – a ordem a que pertence o papa Francisco e que foi responsável pela evangelização do Brasil e de vários outros países –, virou filme. Ignacio de Loyola, dirigido pelo filipino Paolo Dy e estrelado pelo espanhol Andreas Muñoz, estreia nas Filipinas, país onde foi produzido, no dia 27 de julho.
Ignacio de Loyola movie posterB
Trata-se do projeto mais ambicioso já realizado até agora pela Jesuit Communications (JesCom), órgão da congregação, com sede nas Filipinas, que produz material audiovisual para fins de evangelização e educação. O filme começou a ser planejado em 2011 – antes, portanto, da eleição do papa Francisco, que aumentou o interesse pela vida do fundador dos jesuítas.
A produção foi filmada no norte da Espanha, onde Inácio viveu na juventude. Boa parte dos custos da produção do filme foi bancada por campanhas de financiamento coletivo. A JesCom ainda precisa levantar fundos para terminar de pagar os custos de pós-produção.
Exibição no Vaticano
No dia 14/06, uma versão ainda não finalizada do filme foi apresentada no Vaticano, com a presença do diretor, do ator principal e do padre Adolfo Nicolás, superior geral dos jesuítas e sucessor de santo Inácio, além de outros jesuítas conhecidos, como os padres Federico Lombardi, diretor da sala de imprensa da Santa Sé, e Antonio Spadaro, diretor da revista La Civiltà Cattolica. “O Inácio representado aqui é uma pessoa de grande dinâmica espiritual e mesmo de luta espiritual. Ao mesmo tempo, representa a vida interior em ação”, disse o padre Spadaro.
“Todo mundo se faz aquela pergunta muito básica sobre o sentido da vida. Essa pergunta sempre é relavente, não importa em que período da história”, disse o padre Emmanuel Alfonso, diretor da JesCom. “Inácio chegou à resposta, que é o amor. Se você encontra o seu amor verdadeiro, encontra sentido para a sua vida”. Segundo o padre, o filme é sobre “encontrar a resposta em Deus”.
Inácio de Loiola (1491-1556) nasceu Íñigo López, na localidade de Loyola, no atual País Basco. A serviço do vice-rei de Navarra, foi gravemente ferido na Batalha de Pamplona, em 1521. Leu a vida de Cristo e a vida dos santos durante sua recuperação e se converteu. Em 1534, junto com alguns colegas seus na Universidade de Paris, fundou a Companhia de Jesus. À altura da morte de Inácio, a congregação já contava com cerca de mil religiosos. Hoje se trata da maior congregação religiosa da Igreja Católica, com mais de 18 mil membros em 127 países. Inácio foi canonizado em 1622.



http://www.semprefamilia.com.br/vida-de-santo-inacio-de-loyola-fundador-dos-jesuitas-vai-virar-filme/

Novena do Perdão – Quarto Dia



Para vencer a ira


Reflexão: Palavras de São Josemaria Escrivá


Isso mesmo que disseste, dize-o em outro tom, sem ira, e ganhará força o teu raciocínio, e sobretudo não ofenderás Deus (Caminho, n. 9).


Não repreendas quando sentes a indignação pela falta cometida. – Espera pelo dia seguinte, ou mais tempo ainda. – E depois, tranquilo e com a intenção purificada, não deixes de repreender.- Conseguirás mais com uma palavra afetuosa do que com três horas de briga. – Modera o teu gênio(Caminho, n. 10).


Cala-te sempre que sintas dentro de ti o referver da indignação. – Ainda que estejas justissimamente irado. – Porque, apesar da tua discrição, nesses instantes sempre dizes mais do que quererias dizer(Caminho, n. 656).


Pedido


Penso, Jesus, em ti e nas tuas palavras: «Aprendei de mim que sou manso e humilde de coração» (Mt 11,29). E depois penso em mim: nas minhas irritações, nas minhas reações violentas, na minha brusquidão, na ira que ferve por dentro, achando que é lógico tratar duramente os outros porque “eu tenho razão”. E, mesmo assim, julgo-me cristão!


Cristão mesmo era São Paulo, que pedia: «Toda amargura, ira, indignação, gritaria e calúnia sejam desterradas do meio de vós» (Ef 4,31). Cristão era São Josemaria, que respondia às calúnias com a atitude constante de «calar, trabalhar, perdoar, sorrir». Só saía em defesa da justiça quando a injúria feria coisas de Deus ou terceiras pessoas inocentes.


Coração manso e humilde de Jesus, por intercessão de São Josemaria, faz o meu coração semelhante ao teu.


Rezar a oração a São Josemaria


Ó Deus, que por mediação da Santíssima Virgem Maria, concedestes inumeráveis graças a São Josemaria, sacerdote, escolhendo-o como instrumento fidelíssimo para fundar o Opus Dei, caminho de santificação no trabalho profissional e no cumprimento dos deveres cotidianos do cristão, fazei que eu saiba também converter todos os momentos e circunstâncias da minha vida em ocasião de Vos amar, e de servir com alegria e com simplicidade a Igreja, o Romano Pontífice e as almas, iluminando os caminhos da terra com o resplendor da fé e do amor. Concedei-me por intercessão de São Josemaria o favor que vos peço. Assim seja.


Pai Nosso, Ave-Maria, Glória.

quinta-feira, 14 de julho de 2016

Novena do Perdão – Terceiro dia

Para vencer o orgulho
Reflexão: Palavras de São Josemaria Escrivá

Se és tão miserável, como estranhas que os outros tenham misérias? (Caminho, n. 446).
De acordo: essa pessoa tem sido má contigo. – Mas não tens sido tu pior com Deus? (Caminho, n. 686).
Esforça-te, se é preciso, por perdoar sempre aos que te ofendem, desde o primeiro instante, já que, por maior que seja o prejuízo ou a ofensa que te façam, mais te tem perdoado Deus a ti (Caminho, n. 452).
Vamos banir o orgulho, ser compassivos, ter caridade; vamos prestar-nos mutuamente o auxílio da oração e da amizade sincera (Forja, n. 454).

Pedido
Senhor, é verdade que eu rezo, peço-te perdão…, mas continuo não perdoando os que me ofendem. Perdoa-me por ter desprezado as palavras de teu Filho Jesus, que tantas vezes repito ao rezar o Pai-nosso: «Perdoai-nos as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos têm ofendido» (Mt6,12).
Compreendo que, se fosse sincero, no fundo dessa dureza descobriria o meu orgulho. Reconheço que sou suscetível, que fico facilmente magoado, que interpreto mal o que os outros dizem ou fazem, e que a menor insinuação me deixa transtornado… E Tu, Jesus, o que fazias quando te maltratavam? Que fazes comigo quando eu te maltrato com os meus pecados? Bem sei que, todas as vezes que vou confessar-me, tu me dizes: «Eu te absolvo».
Senhor, não quero ser hipócrita! Por intercessão de São Josemaria, concede-me a graça de ser humilde, condição imprescindível para poder perdoar.

Rezar a oração a São Josemaria

Rezar a oração a São Josemaria
Ó Deus, que por mediação da Santíssima Virgem Maria, concedestes inumeráveis graças a São Josemaria, sacerdote, escolhendo-o como instrumento fidelíssimo para fundar o Opus Dei, caminho de santificação no trabalho profissional e no cumprimento dos deveres cotidianos do cristão, fazei que eu saiba também converter todos os momentos e circunstâncias da minha vida em ocasião de Vos amar, e de servir com alegria e com simplicidade a Igreja, o Romano Pontífice e as almas, iluminando os caminhos da terra com o resplendor da fé e do amor. Concedei-me por intercessão de São Josemaria o favor que vos peço. Assim seja.


Pai Nosso, Ave-Maria, Glória.

quarta-feira, 13 de julho de 2016

Novena do Perdão - Segundo Dia

Para compreender e desculpar


Reflexão: Palavras de São Josemaria Escrivá

Não admitas um mau pensamento acerca de ninguém, mesmo que as palavras ou obras do interessado dêem motivo para assim julgares razoavelmente (Caminho, n. 442).
Mais do que em “dar”, a caridade está em “compreender”. – Por isso, procura uma desculpa para o próximo – sempre as há -, se tens o dever de julgar (Caminho, n. 463).
Coloca-te sempre nas circunstâncias do próximo: assim verás os problemas ou as questões serenamente, não te aborrecerás, compreenderás, desculparás, corrigirás quando e como for necessário, e encherás o mundo de caridade (Forja, n. 958).

Pedido
Jesus, Tu vês quanto me custa compreender os outros, vê-los com bons olhos e desculpar as suas falhas, grandes ou pequenas, quando me atingem e me ferem.
Quero pedir-te a graça de cumprir o que Tu nos mandaste: «Não julgueis, e não sereis julgados; não condeneis, e não sereis condenados; perdoai, e sereis perdoados» (Lc 6,37).
Tu sabes, Senhor, que com frequência focalizo, antes de tudo, o lado negativo das pessoas, aquilo que me incomoda, o que acho absurdo e insuportável, o que me magoa. E, assim, adquiro o vício de pensar mal e de falar mal dos outros.
Senhor, tem misericórdia de mim, que sou tão pouco misericordioso. Ainda que não o mereça, rogo-te que me concedas, por intercessão de São Josemaria, um coração capaz de compreender, de desculpar e de perdoar.
Rezar a oração a São Josemaria
Ó Deus, que por mediação da Santíssima Virgem Maria, concedestes inumeráveis graças a São Josemaria, sacerdote, escolhendo-o como instrumento fidelíssimo para fundar o Opus Dei, caminho de santificação no trabalho profissional e no cumprimento dos deveres cotidianos do cristão, fazei que eu saiba também converter todos os momentos e circunstâncias da minha vida em ocasião de Vos amar, e de servir com alegria e com simplicidade a Igreja, o Romano Pontífice e as almas, iluminando os caminhos da terra com o resplendor da fé e do amor. Concedei-me por intercessão de São Josemaria o favor que vos peço. Assim seja.

Pai Nosso, Ave-Maria, Glória.

terça-feira, 12 de julho de 2016

Novena do Perdão - Primeiro dia



PARA TER PAZ NO CORAÇÃO

Reflexão: Palavras de São Josemaria Escrivá

Não é de Deus o que rouba a paz da alma. (Caminho, n. 258).
Característica evidente de um homem de Deus, de uma mulher de Deus, é a paz na sua alma; tem “a paz” e dá “a paz” às pessoas com quem convive (Forja, n. 649).
É preciso unir, é preciso compreender, é preciso desculpar… A Cruz de Cristo é calar-se, perdoar e rezar por uns e por outros, para que todos alcancem a paz (Via Sacra, 8ª est., n.3).
Assim como Cristo «passou fazendo o bem» (At X, 38), assim temos nós que desenvolver uma grande sementeira de paz pelos caminhos humanos (É Cristo que passa, n.166).

Pedido
Senhor, tu sabes quanto eu desejo ter a tua paz dentro de mim! Mas bem sei que não poderei consegui-la enquanto guardar mágoas e ressentimento no coração, como feridas que nunca cicatrizam.
Desejaria ser capaz de fazer o que diz São Paulo: «Suportai-vos uns aos outros e perdoai-vos mutuamente, toda vez que tiverdes queixa contra alguém… E a paz de Cristo triunfe nos vossos corações» (Col 3,13.15). Sem a tua ajuda, Senhor, só com o meu esforço, eu nunca vou alcançar essa paz.
Por isso, peço-te humildemente, por intercessão de São Josemaria, a graça de saber perdoar. Limpa o meu coração da contaminação do ódio, da raiva, da aversão e de quaisquer outros sentimentos amargos que dividem, por mais que eu ache que é justa a minha reação às faltas e ofensas dos outros.
Rezar a oração a São Josemaria
Ó Deus, que por mediação da Santíssima Virgem Maria, concedestes inumeráveis graças a São Josemaria, sacerdote, escolhendo-o como instrumento fidelíssimo para fundar o Opus Dei, caminho de santificação no trabalho profissional e no cumprimento dos deveres cotidianos do cristão, fazei que eu saiba também converter todos os momentos e circunstâncias da minha vida em ocasião de Vos amar, e de servir com alegria e com simplicidade a Igreja, o Romano Pontífice e as almas, iluminando os caminhos da terra com o resplendor da fé e do amor. Concedei-me por intercessão de São Josemaria o favor que vos peço. Assim seja.


Pai Nosso, Ave-Maria, Glória.

domingo, 10 de julho de 2016

Convite para a Novena do Perdão

Guia prático de como ir para o inferno


Existem vários caminhos possíveis, mas somente um tem garantia absoluta de sucesso
mao cerrada

O inferno é, em essência, a completa ausência de Deus. E não é Deus quem condena alguém ao inferno: é o próprio pecador que, livre e conscientemente, rejeita Deus em sua vida. Todo pecado mortal nos afasta de Deus, mas Deus está sempre pronto para nos perdoar até as mais abomináveis e terríveis ofensas. Basta que nos deixemos perdoar por Ele!
Pense nos maiores pecadores confessos de toda a história da humanidade. Pense nas piores abominações já cometidas por um ser humano em qualquer época ou lugar. Pense nos piores e mais hediondos pecados que a sua mente puder imaginar e esteja certo de que todos eles, absolutamente todos eles, podem ser perdoados por Deus – todos, menos um: o pecado contra o Espírito Santo.
Quem nos afirma isto é ninguém menos que Jesus Cristo:
“Por isso, eu vos digo: todo pecado e toda blasfêmia serão perdoados aos homens, mas a blasfêmia contra o Espírito não lhes será perdoada” (Mateus 12, 31).
Se Jesus Cristo falou, então está falado: Deus é capaz de perdoar as maiores e piores abominações, mas não pode perdoar a blasfêmia contra o Espírito santo.
E, afinal, em que consiste esse pecado que nem mesmo Deus, em toda a sua misericórdia, pode perdoar?
Simples: consiste precisamente em não deixar que Deus perdoe!
Espírito Santo de Deus está sempre nos iluminando para que “enxerguemos” o Seu Amor e o aceitemos. Foi só para isso que Deus nos criou: para nos amar e nos oferecer o Seu Amor sem reservas! O pecado contra o Espírito Santo consiste em não aceitar a Sua Luz e o Seu Amor; consiste em fechar-se completamente, consiste em recusar radicalmente a Deus, em endurecer o coração de modo impenitente, empedernido, irrevogável, sem permitir que Deus entre nele de forma alguma. O pecado contra o Espírito Santo é o pecado pelo qual o homem se nega, livre e conscientemente, a receber o Amor, o Perdão, a Misericórdia de Deus.
Diante disso, o que é que Deus pode fazer? Respeitar a decisão do pecador.
O Amor de Deus é tão incompreensivelmente total, extremo e infinito que, mesmo podendo “forçar” qualquer criatura a submeter-se à Sua Vontade, Deus não o faz! Deus escolhe respeitar a liberdade das suas próprias criaturas! Deus não quer nos impor o Seu Amor: Ele apenas o oferece a nós, submetendo-Se à nossa liberdade de aceitá-Lo ou rejeitá-Lo!
E quando uma pessoa, livre e conscientemente, decide impedir que Deus faça parte da sua vida, ela “tira” de Deus até mesmo a possibilidade de perdoá-la – porque Deus não pode forçá-la nem sequer a ser perdoada se ela não quiser.
Qualquer pecado mortal, pela sua gravidade e por ter sido cometido com plena consciência e pleno consentimento, pode nos privar de Deus. Mas qualquer pecado mortal pode ser perdoado se permitirmos que Deus nos perdoe.
O único, absolutamente único jeito de “garantir” a viagem sem volta para o inferno é o pecado contra o Espírito Santo.
E, certamente, não é uma viagem que valha a pena.

http://pt.aleteia.org/2016/07/08/guia-pratico-de-como-ir-para-o-inferno/?utm_campaign=NL_pt&utm_source=topnews_newsletter&utm_medium=mail&utm_content=NL_pt-Jul%2010,%202016%2007:02%20am

4 fatos surpreendentes sobre o poder da Eucaristia


Ela é obra e dom de toda a Trindade
eucharistia2

A Eucaristia nos é dada como obra e dom de toda a Trindade” (Pe. Raniero Cantalamessa, OFM)
Uma amiga me contou, dias atrás, que seu pai ajudava a mãe na cozinha em várias tarefas, inclusive em uma bem tediosa: descascar nozes, classificá-las e guardá-las em sacos – e depois dar uma parte delas a amigos e familiares. Ele faleceu. Alguns meses mais tarde, minha amiga foi pegar algumas das nozes no freezer e parou para pensar, com carinho, que seu pai tinha partido, mas deixara aquele alimento cuidadosamente pronto.
Não foi difícil para essa minha amiga traçar um paralelo quase imediato com a Eucaristia. Quando Jesus sabia que estava prestes a ascender ao céu, deixou para os seus amigos não apenas alimento terreno que os nutrisse, mas seu próprio Corpo e Sangue.
Estamos cuidados.
Estamos bem cuidados.
Temos um Pai celestial que conhece todas as nossas necessidades e cuida de satisfazê-las. Nosso pão de cada dia não é só um símbolo ou só uma subsistência terrena: é verdadeiro alimento espiritual, é a Carne real e o Sangue real de nosso Salvador, Deus feito homem. A Eucaristia é o alimento que transcende a cerimônia e tem sua essência e seu poder enraizados na própria Trindade.
Eis alguns dos efeitos surpreendentes da Eucaristia:
1) União com Cristo: receber Jesus na Eucaristia funde o nosso ser com o de Cristo. São Cirilo de Alexandria o descreve como “quando a cera derretida se funde com outra cera”. A jornada cristã consiste em tornar-se como Cristo, em “permanecer nele” – e Ele em nós. A Eucaristia é o meio para que isto aconteça.
2) Destruição do pecado venial: a Eucaristia destrói o pecado venial. Destrói! O fervor da nossa caridade pode ser afetado pelo pecado venial, mas, quando recebemos a Eucaristia, nos unimos à própria Caridade, que queima todo vestígio de pecado venial e nos deixa limpos, prontos para recomeçar.
3) Preservação contra o pecado mortal: assim como devemos abster-nos de receber a Eucaristia quando conscientes de estar em pecado mortal, também devemos recebê-la tanto quanto possível quando em graça, porque ela nos preserva e nos ajuda a evitar o pecado grave. O poder da Eucaristia lava o pecado venial da nossa alma e a recobre de uma “camada protetora” contra o pecado mortal!
4) Relação pessoal com Jesus: todo cristão sabe da importância da relação pessoal com Jesus, mas é principalmente através da Eucaristia que podemos realmente viver o encontro com a Pessoa de Jesus, presente na Hóstia Santa. Bento XVI, naSacramentum Caritatis, nos esclareceu:
Há hoje uma necessidade de redescobrir que Jesus Cristo não é apenas uma convicção privada ou uma ideia abstrata, mas sim uma Pessoa real, cuja participação na história humana é capaz de renovar a vida de cada homem e de cada mulher. Por isso, a Eucaristia, como fonte e ápice da vida e da missão da Igreja, deve ser traduzida em espiritualidade, em uma vida vivida ‘de acordo com o Espírito’“.

http://pt.aleteia.org/2016/07/08/4-fatos-surpreendentes-sobre-o-poder-da-eucaristia/?utm_campaign=NL_pt&utm_source=topnews_newsletter&utm_medium=mail&utm_content=NL_pt-Jul%2010,%202016%2007:02%20am

sexta-feira, 8 de julho de 2016

Piercing e a tatuagem no corpo de um cristão

Será que o uso dessas práticas, mesmo na cultura ocidental pós-moderna, não vem carregado de um sentido espiritual?

“Não fareis incisões na vossa carne por um morto, nem fareis figura alguma no vosso corpo. Eu sou o Senhor” (Lv 19,28).
Vemos, neste texto bíblico, a proibição de Deus ao povo de Israel de fazer incisões na pele. Para não cairmos em fundamentalismos, temos de ir ao contexto e descobrir a essência da mensagem. O que observamos é que o uso dessas incisões trata-se de uma prática idólatra dos povos pagãos que circundavam Israel, e a essência é que não condiz com o seguimento do Deus Uno qualquer forma de idolatria e, então, o corpo do homem não pode ser um espaço de expressões idólatras.
Piercing e a tatuagem no corpo de um cristão 
Tatuagem e piercing têm alguma coisa a ver com isso? “A expressão piercing tem sido usada para designar um tipo de adorno inserido por perfuração em certas partes do corpo. Tatuagem é a pintura da pele com pigmentos insolúveis e definitivos.” 1
Olhando assim, de forma objetiva, parece que a tatuagem e o piercing não têm nada de censurável. Mas precisamos nos aprofundar no significado deles. Penso que a análise da moralidade dessas práticas passa por duas questões:

Significados que carregam

Primeiro: essas práticas geralmente estão relacionadas a comportamentos tantas vezes velados, mas presentes, cheios de vaidade, sensualidade e irreverência. Mesmo que na intenção pessoal isso não esteja claro, tatuagens e piercings, na nossa cultura, carregam esses significados. Nesse sentido, o texto do Levítico não está tão distante dessa realidade, porque vaidade, sensualidade e irreverência são verdadeiros ídolos a quem o homem moderno presta culto e realiza sacrifícios inescrupulosos. Mesmo que pessoalmente seja apenas uma atitude adolescente de inclusão a um grupo, a motivação deste está envolvida com esses valores.
Não nos enganemos, pois tudo o que fazemos com nossas coisas, especialmente com o nosso corpo, comunica nossos valores e transmite mensagens boas ou ruins. Usando isso, ainda que a intenção primeira não seja essa, o usuário contribui para a valorização desses cultos que tanto têm destruído as virtudes contrárias a esses valores em nossa sociedade: simplicidade, pureza e mansidão.
Alguém pode questionar que outras práticas normais, como o uso de brincos e maquiagens, também podem ter um significado de culto à vaidade, sensualidade e irreverência. Sim, isso é verdade. Mas essa exortação vale também para elas, porque as práticas comuns, sem a virtude da temperança, também podem nos dispor a essas ciladas.
É significativo que, na maioria das culturas, especialmente o piercing tenha um sentido religioso e espiritual. “A ideia hinduísta desse objeto é que ele representa um contato, uma abertura para a atuação de divindades nas mais variadas áreas da vida humana, cada uma representada por uma parte do organismo. É interessante observar que o uso do piercing está tão ligado a essas crenças hinduístas, que os locais de colocação (lábios, umbigo, nariz, sobrancelhas entre outros) correspondem, exatamente, aos pontos correspondentes aos chamados “chakras”, ou seja, centros de energia onde se daria a interação entre o corpo e a mente, de onde se poderia estabelecer o controle sobre eles.” 2
Será, então, que o uso dessas práticas, mesmo na cultura ocidental pós-moderna não vem carregado de um sentido espiritual? Será que não expõe, de algum modo, a pessoa a realidades espirituais, uma vez que “vosso adversário, o demônio, anda ao redor de vós como o leão que ruge, buscando a quem devorar” (1Pd 5,8)?

Respeito ao corpo

Outra questão a se considerar é o respeito ao corpo, templo do Espírito. Essa é uma forte exortação de São Paulo em 1Cor 6,12-20, e também do Catecismo da Igreja Católica. Este, quando trata do quinto mandamento da Lei de Deus – “Não matarás”–, além do evidente, fala também sobre a necessidade do respeito à saúde (§§ 2288-2291) como um apelo moral do cristão. Nesse sentido, o piercing e a tatuagem também não se harmonizam com esses valores. De maneira geral, os profissionais de saúde contraindicam o uso dessas marcas em nosso corpo, pois elas expõem o corpo a uma série de complicações, desde a transmissão de doenças contagiosas, no momento da aplicação, como da Hepatite B (HBV), da Hepatite C (HCV) e do vírus da Imunodeficiência Humana (HIV), Sífilis etc., como complicações posteriores: infecções diversas, dermatites, alergias e até há relatos de casos registrados de endocardite infecciosa (uma infecção grave na camada interna do coração). Isso tudo, sem contar que, no caso das tatuagens, a remoção posterior é difícil, podendo expor a pessoa a novas complicações.
Quanto ao piercing, alguém pode perguntar se há alguma diferença entre ele e o brinco usado nos lóbulos das orelhas. Sob o ponto de vista da saúde, há muita diferença. O lóbulo da orelha é a região que apresenta melhores condições, porque tem vascularização adequada (nem muito como, por exemplo, a língua e lábios; nem pouco, como nas cartilagens), é arejado, pouco exposto a suor e secreções e é de fácil higienização. Trata-se, assim, de uma região do corpo com improváveis chances de complicações. Outra é a situação dos diversos locais do corpo em que se costuma usar piercing, em que a exposição a riscos é muito maior. Aliás, veja-se como a tradição de culturas civilizadas tem valor. Nela se escondem sabedorias que nem imaginamos. O verdadeiro progresso social e cultural está em um novo que parte da tradição.

Respeita a beleza da pessoa

Ainda ponderando sobre o respeito ao corpo, será que a tatuagem e o piercing respeitam a beleza da pessoa?
Penso que as aberrações que vemos por aí nos dão a pista da resposta: não. Não, porque qualquer coisa que marque o corpo de forma estável ou permanente comunica que ele não é tão bom assim, ele não é tão digno e tão belo, e precisa ser melhorado (isso seria diferente de uma prótese, que visa justamente restaurar, em um determinado corpo, a integridade perdida e que é própria do ser humano).
A Igreja não tem nenhum pronunciamento claro ou oficial sobre essa questão. Mas ela nos dá os princípios da fé que, com o discernimento dos espíritos (cf I Cor 10,12), podemos, sim, ponderar e fazer um juízo sobre questões como essa. “O corpo, porém, não é para a impureza, mas para o Senhor” (1Cor 6,13b).
Que seus princípios partam sempre da dignidade do seu corpo para Deus, e que seus discernimentos busquem, em tudo, glorificar o Senhor.
Referências:
1. Dra Mannoun, Piercing e tatuagens na adolescência, o que você precisa saber.
2. Marcia Rezende, O que a Bíblia diz sobre o piercing.

André Botelho

André L. Botelho de Andrade é casado e pai de três filhos. Com formação em Teologia e Filosofia Tomista, Andrade é fundador e moderador geral da comunidade católica Pantokrator, à qual se dedica integralmente. http://www.pantokrator.org.br

ESTE BLOG É DEDICADO À:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...