Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2013

Catequese do Santo Padre, Papa Bento XVI, sobre Santa Catarina de Sena

Imagem
Nascida em Sena, em 1347, em uma família muito numerosa, morreu em sua cidade natal em 1380. Aos 16 anos, impulsionada por uma visão de São Domingos, entrou na Ordem Terciária Dominicana, no ramo feminino, chamado Mantellate [chamadas assim por usarem um manto preto, N. da T.]. Permanecendo com a família, confirmou o voto de virgindade que havia feito de forma privada quando ainda era adolescente, e se dedicou à oração, à penitência, às obras de caridade, sobretudo em benefício dos doentes.




Quando sua fama de sua santidade se difundiu, ela foi protagonista de uma intensa atividade de conselho espiritual a todo tipo de pessoas: nobres e homens políticos, artistas e gente do povo, pessoas consagradas, eclesiásticos, incluído o Papa Gregório XI, que naquele período residida em Avinhão e a quem Catarina exortou enérgica e eficazmente a voltar a Roma. Viajou muito para solicitar a reforma interior da Igreja e para promover a paz entre os Estados; também por este motivo, o venerável João Pau…

Santa Catarina de Siena - E as lágrimas

Imagem
Então Deus disse àquela serva: - Filha querida, queres que eu te fale sobre as lágrimas e seus frutos. Não vou desprezar o teu pedido.

Presta bem atenção, que passo a explicar em analogia com os estados da alma descritos acima.

Há lágrimas imperfeitas, que se fundamentam no temor servil. Em primeiro lugar, as lágrimas de condenação, próprias dos pecadores; em seguida, as lágrimas de medo, encontradas naqueles que deixam o pecado mortal por medo de castigo e choram; em terceiro lugar, as lágrimas de autoconsolação, derramadas pelas almas livres do pecado mortal que começam a servir-Me. Estas últimas também são imperfeitas, pois imperfeito ainda é o amor de onde procedem.

Lágrimas perfeitas são as que procedem do homem que atingiu a perfeição do amor pelo próximo e que me ama desinteressadamente. Unidas a estas últimas estão as lágrimas de prazer, espirituais, versadas em grande suavidade, como direi mais longamente depois. Há, enfim, as lágrimas de fogo, espirituais, concedidas àqueles…

A urna de São José de Copertino na Basílica dos Santos XII Apóstolos

Imagem
Por Frei Mario Peruzzo, OFMConv. | Trad. Adapt. Cleiton Robsonn.
No 350º aniversário da morte de São José de Cupertino (1663-2013), a Basílica dos Santos XII Apóstolos de Roma acolheu as relíquias do Santo desde o dia 7 até 12 de abril.
Durante a sua vida, Frei José viveu por dois breves períodos no convento dos Santos Apóstolos: Um na primavera de 1639 e o outro em 1644. Hoje, na Basílica, se pode admirar a bela tela que Giuseppe Cades (1777) pintou sobre o êxtase do Santo enquanto celebrava a Santa Missa em Assis, em 1651.
Com o motivo da exposição das relíquias, a paróquia organizou um completo programa de encontros e celebrações. Cada dia se concluía com uma solene concelebração, presidida por um Bispo: Dom Matteo Zuppi, da pastoral familiar; Dom Lorenzo Leuzzi, da pastoral acadêmica e universitária; Dom Gianfranco Girotti, de espiritualidade franciscana, e Dom Filippo Iannone, dos grupos de oração de São Pio de Pietralcina.
Na sexta-feira, 12 de abril Sua Eminência, o Cardeal Ang…

Miséria e Graça na vida religiosa: A hipersensibilidade

Imagem
Por Frei Edson Matias, OFMCap.
A sensibilidade é algo que deve ser cultivado em todos nós. Sensibilidade é diferente de melindres. Também não é sentimentalismo ou muito menos seu oposto, a dureza. Quando falamos de sensibilidade por muitas vezes estamos querendo proteger o nosso euzinho ou do outro, com a intenção desse também nos deixar quietos. Em um mundo onde se constroem castelos artificiais nas relações é como ‘o homem imprudente que construiu sua casa sobre a areia’. Toda a estrutura cai e revela o caranguejo que estava por debaixo.
A imagem do caranguejo é uma ilustração das ‘terras movediças’ da hipersensibilidade nas relações. Nesse território não existe amizade nem possibilidade de construção de fraternidade. O Evangelho? Bem... Nem aí pode entrar, pois as relações são dominadas por uma legião de ‘demônios surdos’. Sim! Esses mesmos. Frutos de um interior povoado de sombras não reconhecidas, cada vez mais vai se dividindo até formar uma ‘legião’. Daí é complicado diferenciar …

São Marcos Evangelista

Imagem
Salve Maria! Hoje vamos tratar sobre São Marcos. Ele não foi um apóstolo como São Mateus, mas conviveu muito com o 1º Papa São Pedro. Descubra por que seu escrito é conhecido como " O evangelho dos milagres" e também muitas outras caracteristicas de seu evangelho.


Somos pessoas perigosas!

Imagem
Quais os sinais de conversão carregamos? Estamos vivendo somente na superfície da nossa fé, da nossa santidade? Estamos trabalhando para Deus ou estamos trabalhando com Deus? A conversão aconteceu, mas a busca acabou! A conversão aconteceu mas prefiro deixar para seguir Deus depois! Já participei de vários retiros, já O conheço, porém minha vida promíscua contínua; Várias pessoas passam pelas nossas vidas diariamente e não acrescentamos nada na vida dela; Nossas especilaidades muitas vezes tem sido a fofoca, o falar da vida alheia, o julgar e condenar; Somos na verdade pessoas perigosas que como um carro desgovernado não sabe para onde vai; Nos tornamos pessoas perigosas quando afastadas do Pai, fazemos muita bagunça e nem percebemos; Existe a maneira certa de ser, ter e fazer mas preferimos fazer do nosso jeito... Temos tratado os outros de qualquer jeito e feito do nosso corpo qualquer tipo de casa; Passamos várias horas nos enchendo de porcarias e não paramos 10 minutos se quer dentro de uma i…

Quem nos separará do amor de Cristo?

Imagem
Homilia do 4º Domingo da Páscoa ~ Domingo do Bom Pastor ~ por Pe. Paulo Ricardo No contexto da polêmica que surgiu depois de seu discurso do Bom Pastor, o evangelista São João mostra com clareza o relacionamento de Jesus com suas ovelhas.
Ouvir com docilidade a voz do Pastor é garantia de uma proteção que vem do alto.
Se olhamos sem fé para os acontecimento de nossa vida e da história da Igreja, vemos que estamos atravessando o “vale tenebroso”(cf. Sal 23, 4).
Mas aquele que tem fé ouve a voz do Pastor que “dá a vida pelas ovelhas”. E é o amor do Crucificado que cura nossa cegueira. Num olhar superficial o rebanho de Cristo é continuamente tratado como “ovelhas de corte” (cf. Rom 8, 36). Mas no olhar iluminado pela Cruz do Bom Pastor, “somos mais do que vencedores” (ὑπερνικῶμεν – Rom 8, 37), pois nada nos separará do seu amor, nada nos arrancará de sua mão.
Salmos, 23 1. O Senhor é o meu pastor. Nada me falta. 2. Em verdes pastagens me faz repousar; para fontes tranquilas me conduz, 3. e r…

Das 4 coisas que produz grande paz

Imagem
1. Jesus: Filho, vou agora te ensinar o caminho da paz e da verdadeira liberdade.
2. A alma: Fazei, Senhor, o que dizeis, que muito grato me é ouvi-lo.
3. Jesus: Filho, trata de fazer antes a vontade alheia que a tua. Prefere sempre ter menos que mais. Busca sempre o último lugar  todos. Deseja sempre e roga que se cumpra plenamente em ti a vontade de Deus. O homem que assim procede penetra na região da paz e do descanso.
4. A alma: Senhor, este vosso discurso é breve, mas encerra muita perfeição. Poucas são as palavras, cheias, porém, de sabedoria e de copioso fruto. Se eu as praticasse elmente, não me deixaria perturbar com tanta facilidade. Pois, todas as vezes que me sinto inquieto e aito, verico que me desviei desta doutrina. Vós, porém, que tudo podeis e desejais sempre o progresso da alma, aumentai em mim a graça, para que possa guardar vossos ensinamentos e levar a efeito minha salvação.


Oração contra os maus pensamentos
1. Senhor, meu Deus, não vos aparteis de mim, meu Deus dig…

Que haveis de fazer, quando o Senhor começar a pedir contas?

Imagem
Ai dos corações divididos, dos lábios criminosos, das mãos depravadas e do pecador, que pretende entrar na terra por dois caminhos! Ai dos corrompidos de coração, que não crêem, e por isso não serão protegidos! Ai de vós, que perdestes a perseverança e abandonastes os caminhos retos, extraviando-vos por caminhos depravados! Que haveis de fazer, quando o Senhor começar a pedir contas? Os que temem o Senhor não são rebeldes às suas palavras, os que o amam observam seus caminhos. Os que temem o Senhor procuram o que lhe agrada, os que o amam saciam-se com a sua Lei. Os que temem o Senhor preparam seus corações e na sua presença se purificam. Os que temem o Senhor guardam seus mandamentos e perseveram até a sua vinda. Eles dizem: “Mesmo não convertidos cairemos nas mãos do Senhor e não nas dos homens, pois tamanha é a sua grandeza, tão grande é a sua misericórdia !” Livro do Eclesiástico 2, 14-23

As dificuldades da vida humana

Imagem
Penosa ocupação foi dada a todos os mortais e pesado jugo oprime os filhos de Adão, desde o dia em que saem do ventre de sua mãe até o dia da volta para a mãe comum: objeto de suas reflexões e temor do seu coração é a descoberta do que os espera, o dia do seu fim.
Desde aquele que está sentado em trono glorioso até o humilhado na terra e na cinza; desde quem veste púrpura e cinge a coroa até quem está coberto de linho cru: tudo é furor, inveja, inquietação, agitação, temor da morte, ressentimento, discórdia.

Até no tempo do repouso, sobre a cama, o sono da noite apenas alterna os cuidados.
Um pouco de repouso, quase nada e logo, em sonho, estão aflitos como se fosse de dia.
Perturbam-se com as visões do coração, como quem tivesse escapado da batalha; no tempo do sono necessário, despertam e se admiram do vão temor.
Para todo ser de carne, do homem ao animal, mas, para os pecadores, sete vezes mais:
morte, sangue, dissensão e espada, opressões, fome, destruição e flagelos. Para os iníquos fo…

A PROVA DECISIVA: A PROVA DO AMOR

Imagem
Bem sabemos que as palavras "te amo", infinitamente repetidas em todos os tempos, em todas as latitudes do planeta, na maioria dos casos podem ser apenas expressão provisória e vazia do sentimento humano.
Mas o olho de Jesus sabe ir além das simples palavras de Pedro,o qual, ao dizer "te amo", não estava blefando: mais tarde daria a vida por amor. Porque amor, no fundo, é só isto: fazer da própria vida um dom para a felicidade do outro.
Então, poderíamos dizer que o evangelho é o desmascaramento do amor falso, daquele amor que é apenas um impulso imediato da natureza humana: amor que não e dom de si, mas apropriação indébita da vida alheia.
É verdade, existe mesmo um tipo de amor que se manifesta e se afirma como realidade oposta ao amor verdadeiro; como dilatação e sublimação do próprio egoísmo. Egoísmo que vive e se alimenta com a exploração da outra criatura, a qual, não raro, acaba sendo destruída.
É claro que o evangelho não é um projeto de psicanálise. É antes a …

Vantagens do santo sacrifício

Imagem
A grandeza e a beleza são dois motivos assaz poderosos para tocar os corações; a utilidade, porém, os persuade e, a despeito de toda repugnância, arrebata quase sempre à vitória. Ainda que a excelência e a necessidade da Santa Missa não fossem para vós bastante ponderáveis, como poderíeis deixar de apreciar a magna utilidade que ela proporciona aos vivos e falecidos, aos justos e aos pecadores, para a vida e para a morte, e mesmo para depois da morte? Imaginai que sois aquele devedor do Evangelho, cuja dívida se elevara à enorme quantia de dez mil talentos. Chamado a prestar contas humilha-se, implora e pede adiamento para satisfazer completamente o débito: Patientiam hiabe in me, et omnia rddam tibi. “Tem paciência comigo, que tudo de pagarei” (Mt 18, 26) Aí está o que deveis fazer, vós que tendes com a Justiça divina não uma, mas mil dívidas. Deveis humilhar-vos e suplicar tempo bastante para assistir à Santa Missa; e ficai certos de que estas Santas Missas saldarão completamente todas as v…

Razões para ser Padre

Imagem
http://www.padrechrystianshankar.com.br/novo/reflexoes/belos-textos/201-razoes-para-ser-padre

Na sociedade atual, hedonista e secularizada, a figura do Padre é objeto de muita discussão, inclusive através da mídia. Freqüentemente, pessoas que pouco entendem do assunto, se permitem a audácia, talvez até com boa intenção, de dar sugestõe sobre como deveria ser o sacerdócio católico. O Presbítero, habitualmente chamado pelo povo de Padre, possui o segundo grau do Sacramento da Ordem.
Primeiramente, é preciso compreender que o Padre foi chamado por Deus. Não é uma vocação que alguém escolhe, porque se julga apto para tal, ou porque acha interessante. A escolha é de Deus, e o seu chamado não se discute. Por isso, o sacerdócio é um privilégio, imerecido. Quando da eleição dos Apóstolos, e também dos discípulos, Jesus passou a noite em oração. Pela manhã, Ele escolheu os que queria para o seu grupo, com os quais fundou a sua Igreja, que subsistirá até o fim dos tempos - a Igreja Católica Apos…

A fé que move montanhas

Imagem
A palavra fé, vem do vocábulo latim, fides, de onde vem o nosso adjetivo fidelidade, que é o mesmo que confiança. Não adianta somente ser fiel, devemos também confiar, só assim o impossível pode acontecer. Em Hebreus 11, 1 – 3 diz que a fé é o fundamento da esperança, é uma certeza a respeito do que não se vê. Foi ela que fez a glória dos nossos antepassados. Pela fé reconhecemos que o mundo foi formado pela palavra de Deus e que as coisas visíveis se originaram do impossível.

Segundo o apóstolo Paulo a fé é u, dom dado pelo espírito (ICor 12,9). O Espírito Santo é aquele que tem o poder de convencer o nosso coração. João 16, 8 – 9.
Portanto, quando o espírito toca o nosso coração, temos a fé acionada, e assim conseguimos ser fiel e confiar no Senhor.

Quando os discípulos perguntaram por que não conseguiram expulsar um demônio, Jesus respondeu: “ Por causa de vossa falta de fé. Em verdade vos digo: se tiveres fé, como um grão de mostarda, direis a esta montanha: transporta-te daqui para …