segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

OS VASOS VAZIOS SÃO OS QUE FAZEM MAIS BARULHO!


Por vezes preferimos assumir o estado de murmuradores, nos queixamos dos problemas, das dificuldades, mesmo que mínimas em nossas vidas. Preferimos lutar com nossas próprias forças, com unhas e punhos para tentar resolver os contratempos em nosso dia-a-dia, e sem perceber jogamos fora a oportunidade de termos o caráter moldado.
Percebe-se facilmente àquelas pessoas que vivem reclamando da vida, vivem de mau humor, brigando com tudo e todos. Os vasos vazios são os que fazem mais barulho. A nossa vida é feita de escolhas; passamos por aqui apenas uma vez e podemos não ter uma segunda chance para mudar as escolhas que fizemos ou deixamos de fazer. As circunstancias, de forma alguma devem determinar a nossa relação com Deus. Habacuc foi um homem que experimentou fracassos, desilusões, sonhos que não se concretizaram; porém ele se alegrava e se exaltava no Senhor. É preciso escolher ter experiências com Ele e viver ao lado Dele, pois é no caminho que muitas vezes entendemos, percebemos o quanto Deus têm trabalhado por nós.
Habacuc é o único profeta que questiona Deus, o profeta vê a injustiça entre o seu povo e pergunta porque Deus não age? Será que não temos feito o mesmo? Com nossa pressa, nossa intolerância!
Precisamos procurar ficar cheios do Espírito Santo para que nossa vida soe de uma maneira celestial, de um tom diferente, o tom das coisas do alto.  


"Se queres seguir a Deus deixa-O ir adiante. Não queiras que Ele te siga" SANTO AGOSTINHO

EU SOU O ALFA E O ÔMEGA

video

sábado, 28 de janeiro de 2012

NESSE RIO DE ÁGUA SUJA EU NÃO ENTRAREI!



Naamã, chefe do exército do rei de Aram, gozava de grande consideração e prestígio junto de seu senhor, pois fora por meio dele que Iahweh concedera a vitória aos arameus; mas esse valente homem era leproso. Ora, os arameus, numa incursão, tinham levado do território de Israel uma moça que ficou a serviço da mulher de Naamã. Disse ela à sua patroa: Ah! bastaria meu amo se apresentar ao profeta de Samaria! Ele o livraria da lepra. Naamã foi informar o seu senhor: A moça que veio da terra de Israel falou isso e isso. O rei de Aram respondeu: Vai, que eu enviarei uma carta ao rei de Israel. Naamã partiu, levando consigo dez talentos de prata, seis mil ciclos de ouro e dez vestes de gala. Entregou ao rei de Israel a carta que dizia: "Ao mesmo tempo que esta carta te chegar às mãos, envio-te meu servo Naamã, para que o cures da lepra." Ao ler a carta. o rei de Israel rasgou suas vestes e disse: acaso sou um deus, que possa dar a morte e a vida, para que esse me mande um homem para eu curá-lo da lepra? Vê-se bem que ele anda buscando pretextos contra mim!
Mas quando Eliseu, o homem de Deus, soube que o rei de Israel havia rasgado as vestes, mandou-lhe dizer: "Por que rasgastes as vestes? Que ele venha a mim, para que saiba que há um profeta em Israel." Naamã chegou com seu carro e seus cavalos e parou à porta da casa de Eliseu. Este mandou um mensageiro dizer-lhe: "Vai lavar-te sete vezes no Jordão e tua carne te será restituída e ficará limpa." Naamã, irritado, retirou-se dizendo: "Eu pensava comigo: Certamente ele sairá e se apresentará pessoalmente, depois invocará o nome de Iahweh seu Deus, agitará a mão sobre  lugar infetado e me curará da lepra. Porventura os rios de Damasco, o Abana e o Farfar, não valem mais que todas as águas de Israel? Não poderia eu lavar-me neles para ficar purificado?" E, voltando as costas, retirou-se indignado. Mas seus servos, aproximando-se dele, disseram-lhe: "Meu pai! Mesmo que o profeta te houvesse ordenado algo difícil, não o terias feito? Quanto mais agora que ele te diz: "Lava-te e ficarás purificado.
Desceu, pois, e mergulhou sete vezes no Jordão, conforme a ordem do homem de Deus; sua carne se tornou como a de uma criança; ele estava purificado.

"Com efeito, meus pensamentos não são vossos pensamentos, e vossos caminhos não são meus caminhos, oráculo de Iahweh." ISAÍAS 55,8

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

FUGA DA LINHA DE BATALHA

Enorme dificuldade foi criada para todos os homens, pesado jugo para os filhos de Adão, desde o dia em que saíram do ventre materno, até o dia em que voltarem para a mãe comum.
O objeto de seus pensamentos, o temor de seu coração, é a espera angustiosa do dia da morte.
Desde o que está sentado no trono, na glória, até o miserável sentado na terra e na cinza, desde o que traz a púrpura e a coroa, até o que se veste com linho cru, não é senão furor, inveja, perturbação, agitação, medo da morte, ressentimentos, lutas.
E na hora do repouso, no leito, o sono da noite apenas muda as preocupações: apenas iniciado o repouso, imediatamente, ao dormir, como em pleno dia, ele é agitado por pesadelos, como que fugiu da linha da batalha.
No momento de salvar-se acorda, admira-se de que nada havia para temer. 
Assim sucede com toda a criatura, do homem ao animal, mas para o pecador é sete vezes pior, a morte, o sangue, a luta e a espada, a miséria, a fome, a tribulação, a calamidade! Tudo isso foi criado para os pecadores e foi por causa deles que houve o dilúvio.
Tudo o que vem da terra volta á terra e o que vem das águas volta ao mar. ECLESIÁSTICO 40, 1-11

Para aqueles que tem fé, nenhuma explicação é necessária. Para aqueles sem fé, nenhuma explicação é possível. SÃO TOMÁS DE AQUINO

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

UM CORAÇÃO SINCERO



Associar a integridade apenas á reputação, ou seja, a uma aparência exterior é um equívoco que cometemos muito. A integridade no sentido verdadeiro da palavra é uma qualidade do caráter diretamente ligada a realidade interior, revelando algo sobre a sinceridade do coração ou da mente, ou ainda do desenvolvimento da obediência. É preciso se esforçar para manter uma consciência irrepreensível constantemente, diante de Deus e dos homens. (At 24,16). É preciso estar convicto de possuir uma consciência boa, com a vontade de nos comportar bem em toda ocasião. (Hb 13,18). Precisamos ainda ter temor a Deus, autenticidade e estar contra toda a cobiça. (Ex 18,21). Precisamos ter postura e retidão irrepreensíveis. (Jó 2,3; Sl 7,8; Sl 25,21). Estar longe de comportamentos que tragam vergonha, astucia ou que seja doloso. (2Cor 4,2). Precisamos recusar toda espécie de ídolos, qualquer coisa que substitua Deus. (Sl 24,3-5). Precisamos estar longe dos malfeitores. (Sl 26,4). Precisamos ter comportamento honrado. (2Cor8,21; 1Pe 2,12). A integridade do coração nos conduz a situações corretas e gratificantes. (Pv 11,3). A integridade é mais aceitável ao Senhor do que muitos sacríficios. (Pv 21,3). A integridade de uma pessoa cala os seus críticos. (1Pe 2,13-17). A integridade desenvolve uma mentalidade voltada para a retidão e uma intenção constante de fazer a vontade de Deus e andar nos seus caminhos. Muitas vezes comparamos erroneamente a vida de um cristão com pessoas que ainda não conhece a Deus, parece que ela tem uma vida mais tranquila, menos sofrida ou atribulada, na verdade todos àqueles que o Senhor quer usar Ele precisa capacitar. Portanto busquemos sempre a sinceridade para estar diante de Deus. 

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

AINDA ESTAMOS TE CRUCIFICANDO SENHOR...



Perdão Senhor por ir a lugares tão longes como a lua e as profundezas do oceano e não ir até o coração do meu irmão que está tão próximo!
Perdão Senhor por criar em meu coração desertos ainda maiores dos que existem!
Perdão Senhor por me irritar com o frio entre o chuveiro e a toalha e esquecer que muitos não tem o que vestir!
Perdão Senhor por muitas vezes reclamar da comida que não sai na hora certa e muitos ainda não tem ao certo o que vão comer!
Perdão Senhor pois esta geração habituou-se a guardar dinheiro para manter riquezas futuras e se esquece que usá-lo como convém é uma riqueza melhor!
Perdão Senhor por muitas vezes te tratar com padrasto e não PAI, principalmente quando obrigamos o Espírito Santo agir como queremos!
Perdão Senhor, as igrejas estão cheias de pessoas que querem bençãos, curas, libertação, prosperidade mas não querem o compromisso de seguir e te servir a praticar o que ensina o Evangelho!
Perdão Senhor por não entendermos que a sua cura acontece quando nos colocamos no caminho!
Perdão Senhor por buscarmos "status", riqueza, luxo e conforto e não buscamos ser simples, humilde e pequeno para te agradar!
Perdão Senhor por não entender o significado da cruz...

Por: Filhos Espirituais de Pe. Pio

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

"EU NUNCA TE DEIXAREI, JAMAIS TE ABANDONAREI"

1 Perseverai no amor fraterno. 2 Não descuideis da hospitalidade; pois, graças a ela, alguns
hospedaram anjos, sem o perceber. 3 Lembrai-vos dos presos, como se estivésseis presos com
eles, e dos que são maltratados, pois também vós tendes um corpo! 4 O matrimônio seja
honrado por todos, e o leito conjugal, sem mancha; pois Deus julgará os libertinos e os
adúlteros. 5 Que vossa conduta não seja inspirada pelo amor ao dinheiro. Contentai-vos com o
que tendes, porque ele próprio disse: “Eu nunca te deixarei, jamais te abandonarei”. 6 De
modo que podemos dizer, com segurança: “O Senhor é meu auxílio, jamais temerei; que
poderá fazer-me um ser humano?” 7 Lembrai-vos de vossos dirigentes, que vos pregaram a
palavra de Deus: considerando o fim de sua vida, imitai-lhes a fé. 8 Jesus Cristo é o mesmo,
ontem, hoje e sempre. 9 Não vos deixeis extraviar por qualquer espécie de doutrina estranha.
Pois é bom que o coração seja fortificado pela graça, e não por regras alimentares das quais
nenhum proveito tiraram aqueles que as seguem. 10 Nós temos um altar do qual não se podem
alimentar os que servem à Tenda. 11 Pois os corpos dos animais cujo sangue o sumo
sacerdote leva ao Santuário, para a expiação do pecado, são queimados fora do acampamento.
12 Por isso também Jesus sofreu do lado de fora da porta, para, com seu sangue, santificar o
povo. 13 Vamos, portanto, sair ao seu encontro, fora do acampamento, carregando a sua
humilhação. 14 Porque não temos aqui cidade permanente, mas estamos à procura da que está
para vir. 15 Por meio de Jesus, ofereçamos a Deus um perene sacrifício de louvor, isto é, o
fruto dos lábios que celebram o seu nome. 16 Não vos esqueçais da prática do bem e da
partilha, pois estes são os sacrifícios que agradam a Deus. 17 Obedecei aos vossos dirigentes e
segui suas orientações, pois eles velam por vós como quem há de prestar contas. Que possam
fazê-lo com alegria, e não com queixas, o que não seria vantajoso para vós. 18 Orai por nós.
Estamos confiantes, com a consciência tranqüila, e querendo fazer o bem em tudo. 19 Orai com insistência ainda maior para que eu possa voltar até vós quanto antes.

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

E QUANDO PEDIRES SOCORRO, TUAS RIQUEZAS TE VENHAM LIVRAR!


1 O justo desaparece e ninguém se incomoda, homens de bem são eliminados e ninguém percebe!
Vítima da injustiça, o justo é eliminado.
2 Que venha a paz, e possa repousar no leito todo aquele que anda na retidão. Pedras em herança
3 Vós, vinde aqui, filhos de feiticeira, nascidos de adultério e prostituição!
4 De quem estais zombando? Para quem fazeis caretas e mostrais a língua? Não sois vós os filhos do
pecado, a descendência da mentira?
5 Não sois vós que buscais o ardor do sexo ao pé dos carvalhos, ou debaixo de qualquer árvore
frondosa? Acaso não sois vós que sacrificais crianças à beira dos córregos, ou onde há fenda nas rochas?
6 As pedras redondas dos córregos serão a tua herança, sim, elas serão a parte que te toca!
Foi sobre elas que derramaste o vinho da libação, sobre elas ofereceste teu sacrifício. Pensas que me
agradas com estas coisas?
7 Arrumaste tua cama no morro alto e elevado, lá subiste para oferecer teus sacrifícios...
8 Atrás da porta e do portal colocaste o teu símbolo. Sem me respeitar, tiraste a roupa, depois subiste e
te estiraste na cama para manter relações com aquele com quem gostas de deitar, os olhos fixos no
símbolo sexual.
9 Tu te pintaste toda e te perfumaste para conquistar Moloc. Depois mandaste teus mensageiros a
lugares bem distantes, desceste até a Morada dos mortos.
10 Cansada de tanto andar, não disseste: “Chega!”. Achaste um modo de recobrar as forças, e por isso
não te entregas.
11 De quem tens tanto medo, quem te impõe tanto respeito, para mentires e não te lembrares mais de
mim e nem te preocupares comigo? É porque eu fico quieto e como que alheio, que tu não me respeitas?
12 Eu mesmo vou mostrar o que é tua justiça e o bem que fazes: Não te valem de nada!
13 E quando pedires socorro, tuas riquezas te venham livrar! A todas elas o vento leva, um simples
sopro as carrega. Mas quem busca a minha proteção vai herdar a terra, será proprietário da montanha
sagrada. ISAÍAS 57, 1-13

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

NUVENS SEM ÁGUA


1. Judas, servo de Jesus Cristo e irmão de Tiago, aos eleitos bem-amados em Deus Pai e reservados para Jesus Cristo.
2. Que a misericórdia, a paz e o amor se realizem em vós copiosamente.
3. Caríssimos, estando eu muito preocupado em vos escrever a respeito da nossa comum salvação, senti a necessidade de dirigir-vos esta carta para exortar-vos a pelejar pela fé, confiada de uma vez para sempre aos santos.
4. Pois certos homens ímpios se introduziram furtivamente entre nós, os quais desde muito tempo estão destinados para este julgamento; eles transformam em dissolução a graça de nosso Deus e negam Jesus Cristo, nosso único Mestre e Senhor.
5. Quisera trazer-vos à memória, embora saibais todas estas coisas: o Senhor, depois de ter salvo o povo da terra do Egito, fez em seguida perecer os incrédulos.
6. Os anjos que não tinham guardado a dignidade de sua classe, mas abandonado os seus tronos, ele os guardou com laços eternos nas trevas para o julgamento do Grande Dia.
7. Da mesma forma Sodoma, Gomorra e as cidades circunvizinhas, que praticaram as mesmas impurezas e se entregaram a vícios contra a natureza, jazem lá como exemplo, sofrendo a pena do fogo eterno.
8. Assim também estes homens, em seu louco desvario, contaminam igualmente a carne, desprezam a soberania e maldizem as glórias.
9. Ora, quando o arcanjo Miguel discutia com o demônio e lhe disputava o corpo de Moisés, não ousou fulminar contra ele uma sentença de execração, mas disse somente: Que o próprio Senhor te repreenda!
10. Estes, porém, falam mal do que ignoram. Encontram eles a sua perdição naquilo que não conhecem, senão de um modo natural, à maneira dos animais destituídos de razão.
11. Ai deles, porque andaram pelo caminho de Caim, e por amor do lucro caíram no erro de Balaão e pereceram na revolta de Coré.
12. Esses fazem escândalos nos vossos ágapes. Banqueteiam-se convosco despudoradamente e se saciam a si mesmos. São nuvens sem água, que os ventos levam! Árvores de fim de outono, sem fruto, duas vezes mortas, desarraigadas!
13. Ondas furiosas do mar, que arrojam as espumas da sua torpeza! Estrelas errantes, para as quais está reservada a escuridão das trevas para toda a eternidade!
14. Também Henoc, que foi o oitavo patriarca depois de Adão, profetizou a respeito deles, dizendo: Eis que veio o Senhor entre milhares de seus santos
15. para julgar a todos e confundir a todos os ímpios por causa das obras de impiedade que praticaram, e por causa de todas as palavras injuriosas que eles, ímpios, têm proferido contra Deus.
16. Estes são murmuradores descontentes, homens que vivem segundo as suas paixões, cuja boca profere palavras soberbas e que admiram os demais por interesse.
17. Mas vós, caríssimos, lembrai-vos das palavras que vos foram preditas pelos apóstolos de nosso Senhor Jesus Cristo,
18. os quais vos diziam: No fim dos tempos virão impostores, que viverão segundo as suas ímpias paixões;
19. homens que semeiam a discórdia, homens sensuais que não têm o Espírito.
20. Mas vós, caríssimos, edificai-vos mutuamente sobre o fundamento da vossa santíssima fé. Orai no Espírito Santo.
21. Conservai-vos no amor de Deus, aguardando a misericórdia de nosso Senhor Jesus Cristo, para a vida eterna.
22. Para com uns exercei a vossa misericórdia, repreendendo-os,
23. e salvai-os, arrebatando-os do fogo. Dos demais tende compaixão, repassada de temor, detestando até a túnica manchada pela carne.
24. Àquele, que é poderoso para nos preservar de toda queda e nos apresentar diante de sua glória, imaculados e cheios de alegria,
25. ao Deus único, Salvador nosso, por Jesus Cristo, Senhor nosso, sejam dadas glória, magnificência, império e poder desde antes de todos os tempos, agora e para sempre. Amém. Epístola de São Judas

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Aos Santos Anjos

São Miguel, glorioso príncipe do céu, protetor das almas , eu vos invoco, para que me livreis de toda a adversidade e de todo o pecado, e me façais progredir no serviço de Deus, conseguindo-me D'ele a graça da perseverança final, para que o vá possuir eternamente. Amém
São Gabriel, glorioso arcanjo, fortaleza de Deus: eu vos chamo e invoco, para que me alcanceis a fortaleza para desprezar o mundo, vencer o demônio e dominar os meus apetites até o fim da minha vida. Amém,
São Rafael, glorioso arcanjo, medicina de Deus: eu vos chamo e invoco, para que cureis toda a cegueira e todas as enfermidades da minha alma, e me ajudeis a fugir dos pecados, que causam tantos males. Amém


CARNEVAL

Manifesta-se com efeito, a ira de Deus, do alto do céu, contra toda a impiedade e injustiça dos homens que mantém a verdade prisioneira da injustiça. Porque o que se pode conhecer de Deus é manifesto entre eles, pois Deus lho revelou. Sua realidade invísivel - seu eterno poder e divindade - tornou-se intelígivel, desde a criação do mundo, através das criaturas, de sorte que não têm desculpa. Pois tendo conhecido a Deus, não o honraram como Deus nem lhe renderam graças; pelo contrário, eles se perderam em vãos arrazoados, e seu coração insensato ficou nas trevas. Jactando-se de possuir a sabedoria, tornaram-se tolos e trocaram a glória do Deus incorruptível por imagens do homem corruptível, de aves, quadrúpedes e répteis.
Por isso Deus os entregou, segundo o desejo dos seus corações, à impureza em que eles mesmos desonraram seus corpos. Eles trocaram a verdade de Deus pela mentira e adoraram e serviram à criatura em lugar do Criador, que é bendito pelos séculos. Amém.
Por isso Deus os entregou a paixões aviltantes: suas mulheres mudaram as relações naturais por relações contra a natureza; igualmente os homens, deixando a relação natural com a mulher, arderam em desejo uns para com os outros, praticando torpezas homens com homens e recebendo em si mesmos a paga da sua aberração.
E como não julgaram bom ter o conhecimento de Deus, Deus os entregou à sua mente incapaz de julgar, para fazerem o que não convém: repletos de toda sorte de injustiça, perversidade, avidez e malícia; cheios de inveja, assassínios, rixas, fraudes e malvadezas; detratores, caluniadores, inimigos de Deus, insolentes, arrogantes, fanfarrões, engenhosos do mal, rebeldes para com os pais, insensatos, desleais, sem coração nem piedade. Apesar de conhecerem a sentença de Deus que declara dignos de morte os que praticam semelhantes ações, eles não só as fazem, mais ainda aprovam os que praticam. Rm 1,18-32 Bíblia de Jerusalem

ESTE BLOG É DEDICADO À:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...