Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2013

A conversão dos judeus

Imagem
A Santa Escritura nos assinala um grande acontecimento que se nos mostra entrelaçado na guerra que o Anticristo desencadeará contra a Igreja: a conversão dos judeus. Deixamos este assunto de lado até aqui para tratá-lo com mais detalhes. Além disso, aqui ele estará muito bem colocado, pois a conversão dos judeus nos é apresentada como fruto da pregação de Elias. O povo judeu é o ponto em torno do qual gira a história da humanidade. Ele recebeu o toque de Deus na pessoa de Abraão de onde saiu. É, antes da vinda de Nosso Senhor, o povo sacerdotal por excelência, cujo estado, no testemunho de Santo Agostinho, é inteiramente profético; dele nasceu a Santíssima Virgem e o Salvador do mundo; ele formou o núcleo da Igreja nascente. Todos esses privilégios fazem da raça judia uma raça excepcional cujos destinos são misteriosos. Por uma inversão estranha e lamentável, no momento em que ela produz o Salvador do mundo, a raça eleita, a raça bendita entre todas merece ser condenada. Recusa reconh…

A alegoria da casa na rocha: Existências sólidas

Imagem
Por Frei Almir R. Guimarães, OFM

Viver é uma aventura. Cada um é convidado a dar um sentido profundo a seus dias e tentar responder, da melhor maneira possível, os apelos que a vida costuma fazer. Somos corpo e espirito, homem e mulher, poço de desejos e anseios, sadios e doentes. Uns nascem no seio famílias bem constituídas e outros, ao Deus-dará. Em todas essas situações as pessoas se dão conta de que precisam dar um sentido belo ao viver, precisam apoiar seus projetos sobre a rocha. Uns consideram rocha a total lisura. No trabalho, na convivência com as pessoas, no trato dos negócios são profundamente honestos e, desta forma, pessoas que inspiram respeito e deferência. A rocha do amor sólido,  base do casamento. Um rapaz conhece uma moça e vice-versa. Auscultam os desejos profundos de um e de outro. Inteiram-se da história precedente de um e de outro. Fazem profunda experiência de bem querer. Resolvem unir seus destinos com um sim, uma promessa de bem querer de verdade. Constroem sua…

O Sacro Rompimento

FONTE: http://catolicoscomfe.blogspot.com.br/

Outro dia eu conversava no messenger com um amigo italiano e ele mencionou que na cidade de Ravenna há importantes igrejas cristãs construídas pouco mais de 400 anos depois de Cristo – ou seja, um piscar de olhos (em termos históricos) depois da passagem de Jesus pela terra.

 Ele lembrou em seguida que o Santo Sudário estava mais uma vez sendo exposto ao público na Catedral de São João Batista em Turim, como acontece periodicamente. E aproveitou para contar a teoria de uma historiadora dos Arquivos Secretos do Vaticano, Barbara Frale, que postula que o grande segredo dos templários era que sua ordem venerava a figura de Cristo no Sudário – sendo que seus integrantes juravam contornar as tentações do poder mantendo-se fiéis à humanidade de Jesus estampada muito literalmente no lençol de Turim.

 Eu acompanhava interessadíssimo a história e ponderava a beleza de suas implicações, quando meu amigo [católico] interrompeu sua exposição para pergunt…

Quem é Jesus para mim?

Imagem
Jesus continua a nos interrogar também hoje: Quem sou eu para você? Trata-se de pergunta intrigante à qual nem sempre conseguimos dar a resposta adequada. E a resposta mais adequada não consiste nas palavras que aprendemos no catecismo, mas, sim, no compromisso que firmamos como projeto de Cristo.
Não basta dizer que Jesus é um profeta ou um grande personagem que nasceu e viveu há dois mil anos. É preciso fazer  nossa a resposta de Pedro: Jesus é o Messias de Deus. Isso significa acreditar que ele é o Filho de Deus, o ungido pelo Espírito para uma missão. Encarnando-se no seio de Maria, Deus, em Jesus, veio morar entre nós.
Quando respondemos sabiamente e nos comprometemos com Jesus, mostramo-nos dispostos a assumir a cruz do dia a dia. Olhamos sempre adiante com otimismo e não nos amedrontamos com as dificuldades que surgem diante de nós. Jesus não foi ao encontro da cruz; ela veio até ele à medida de sua fidelidade ao Pai.
Também nós não precisamos invetar cruzes para demonstrar nossa …

Oração da Jornada Mundial da Juventude

Imagem
Ó Pai, enviaste o teu Filho eterno para salvar o mundo e escolhestes homens e mulheres para que, por ele, com ele e nele,proclamassem a boa-nova a todas as nações. Concede as graças necessárias para que brilhe no rosto de todos os jovens a alegria de serem, pela força do Espírito, os evangelizadores de que a Igreja precisa no terceiro milênio.
Ó Cristo, redentor da humanidade, tua imagem de braços abertos no alto do Corcovado acolhe todos os povos. Em tua oferta pascal,nos conduziste pelo Espírito Santo ao encontro Filial com o Pai. Os jovens que se alimentam da eucaristia, te ouvem na Palavra e te encontram no irmão, necessitam de tua infinita misericórdia para percorrer os caminhos do mundo como discípulos missionários da nova evangelização.

Ó Espírito Santo, amor do Pai e do Filho, com esplendor da tua verdade e com fogo do teu amor, envia a tua luz sobre todos os jovens para que, impulsionados pela Jornada Mundial da Juventude, levem aos quatro cantos do mundo a fé, a esperança e a …

São José Cafasso

Imagem
São José Cafasso - Dia 23 de junho

O santo de hoje nasceu em Castelnuevo, Itália, no ano de 1811, onde também nasceu o grande São João Bosco. José Cafasso, desde criança, sentiu-se chamado ao sacerdócio, que foi se tornando cada vez mais forte no decorrer de sua vida com Deus.

Assim, entrou para a formação sacerdotal e se tornou padre aos 23 anos, destacando-se no meio de tantos por seu amor aos pobres e zelo pela salvação das almas. Depois de comprovado e dedicado trabalho na Igreja de São Francisco em Turim, José assumiu, com toda sua bagagem de pregador, confessor e iluminado diretor espiritual, a função de reitor e formador de novos sacerdotes.

Dom Bosco foi um dos vocacionados que desfrutou das formações e aconselhamentos deste santo, pois como um sacerdote sintonizado ao coração do Cristo Pastor, sabia muito bem colocar sua cultura eclesiástica, dons e carismas a serviço da salvação do próximo.

Dentre tantos ofícios assumidos por este homem incansável, que foi para o Céu em 1860, de…

Viver com simplicidade

Imagem
Por Frei Almir R. Guimarães, OFM
Num dos versículos da segunda carta aos Coríntios proclamada na liturgia de ontem líamos: “E quando, estando entre vós, tive alguma necessidade, não fui pesado a ninguém, pois os irmãos vindo da Macedônia supriram minhas necessidades. Em todas as circunstâncias, cuidei e cuidarei de não ser pesado a vós”(2Cor 11, 9). Paulo se contenta com o mínimo e não deseja ser peso para seus ouvintes que, ao que parece, não estão muito dispostos a serem generosos em seus dons. Paulo leva uma vida digna e frugal, simples, modesta. No trecho do Sermão da Montanha Jesus faz uma séria advertência: “Não junteis tesouros aqui na terra onde a traça e ferrugem destroem e os ladrões assaltam e roubam”. Estamos diante do desejo desmedido de ganhar e guardar. Vivemos uma sociedade da competição e do lucro, da complicação da vida por causa da competição e do desejo do ter.
Muito se tem escrito e refletido sobre a necessidade de reduzir nossas exigências e desejos materiais. Vive…

Tribulações e esperanças do ministério

Imagem
Trazemos, porém, este tesouro em vasos de argila, para que esse incomparável poder seja de Deus e não de nós. Somos atribulados por todos os lados, mas não esmagados; postos em extrema dificuldade, mas não vencidos pelos impasses; perseguidos, mas não abandonados; prostrados por terra, mas não aniquilados. Incessantemente e por toda a parte trazemos em nosso corpo a agonia de Jesus, a fim de que a vida de Jesus seja também manifestada em nosso corpo. Com efeito, nós, embora, somos sempre entregues à morte por causa de Jesus, a fim de que também a vida de Jesus seja manifestada em nossa carne mortal. Assim a morte trabalha em nós; a vida, porém, em vós.
Por conseguinte, tendo o mesmo espírito de fé a respeito do qual está escrito: Acreditei, por isso falei, cremos também nós, e por isso falamos. Pois sabemos que aquele que ressuscitou o Senhor Jesus ressuscitará também a nós cm Jesus e nos porá ao lado dele, juntamente convosco. E tudo isso se realiza em vosso favor, para que a graça, m…

São Luiz Gonzaga

Imagem
Parece incrível, mas o nascimento do santo que celebramos dia 21 de Junho foi saudado com numerosos disparos de artilharia, na manhã de 9 de Março de 1568. Luiz era, de fato, o primeiro filho que assegurava a descendência do Marquês Ferrante Gonzaga, rico e nobre senhor de Mântua, Itália. Os parentes achavam que o garoto deveria seguir a carreira militar como seu pai. Por isso, ele foi enviado à Corte de Florença para aprimorar sua educação.
Ali, não foram as armas e as mordomias que chamaram a atenção do jovem Luiz, mas a corrupção da Corte. Luiz Gonzaga a ela consagrando-se a Deus pelo voto da castidade.
Finalmente foi enviado para a corte mais faustosa do mundo, do Imperador da Espanha, como pajem do primogênito do rei Filipe II. Quando Luiz voltou, seu pai notou que o filho não era mais o mesmo. Luiz foi percebendo, dia após dia, que o luxo e a riqueza eram "vaidade das vaidades". Queria investir sua vida e seus dons em algo mais significativo e duradouro. Em carta, escrev…

Até onde Deus já entrou na minha vida?

Imagem
Muitos de nós ouvimos quase que diariamente leituras, passagens, frases biblicas ou comentários que nos revela Jesus Cristo. Mas será que realmente temos esta intimidade com Jesus Cristo? Até onde você conhece Jesus Cristo, até onde você deixou Ele entrar em sua vida. É possível uma frase Dele dita, lida ou ouvida capaz de mudar o seu dia? E notável que muitas pessoas que vivem o dia-a-dia da igreja, ainda não tiveram o verdadeiro encontro com Ele, ainda não se entregaram e muito menos depositaram sua confiança totalmente Nele. Outro dia estava na capela de uma igreja rezando quando fui obrigado a parar de rezar por ouvir ao meu lado comentários frios não condizentes com a situação, ou seja, estava na capela em silêncio e uma Ministra da Eucaristia começou a conversar com tom de voz normal de como se estivesse na rua. Temos outro clássico exemplo da vida de Pedro que caminhava com Jesus Cristo, porém só mais tarde teve seu coração e sua vida transformada por Ele. Pedro convivia com Crist…

O descortinar do mistério divino

 Em seguida aconselhado a voltar a mim mesmo, recolhi-me ao coração, conduzido por Vós. Pude fazê-lo, porque Vos tornastes meu auxílio. Entrei, e, com aquela vista da minha alma, vi, acima dos meus olhos interiores e acima do meu espírito, a Luz imutável. Esta não era o brilho vulgar que é visível a todo o homem, nem era do mesmo gênero, embora fosse maior. Era como se brilhasse muito mais clara e abrangesse tudo com a sua grandeza. Não era nada disto, mas outra coisa, outra coisa muito diferente de todas estas. Essa Luz não permanecia sobre o meu espírito como o azeite em cima da água, ou como o céu sobre a terra, mas muito mais elevada, pois Ela própria me criou e eu sou-lhe inferior, porque fui criado por Ela. Quem conhece a Verdade conhece a Luz Imutável, e quem a conhece conhece a Eternidade. O Amor conhece-a! Ó Verdade eterna, Amor verdadeiro, Eternidade adorável! Vós sois o meu Deus! Por Vós suspiro noite e dia. Quando pela primeira vez Vos conheci, erguestes-me para que aprendesse…

Visita ao Santissimo I

Imagem
Vinde pois, Senhor, vinde e metei-vos dentro do meu coração, e fechai sobre vós a porta para sempre, para que não entre criatura alguma a tomar parte daquele amor, que eu quero empregar todo em vós somente. Ah meu amado Redemtor! Falai dentro do meu coração, que o vosso servo ouve; mandai Senhor, que eu quero fielmente obedecer-vos; e se alguma vez não vos obedecer perfeitamente, castigai-me, até que eu fique advertido e resoluto a agradar-vos como vós quereis: fazei que eu não deseje outra coisa, nem busque outro contentamento mais que o de servir-vos, de visitar-vos muitas vezes sobre os sagrados altares, e de receber-vos na Sagrada Communhão. Quem quizer, procure embora outros bens: eu não amo, nem desejo outra coisa mais o tesouro do vosso amor: isto é o que sempre ei de buscar, isto é o que sempre ei de pedir diante dos santos altares. Fazei que eu me esqueça de mim, para que me lembre só da vossa bondade infinita. Serafins bem aventurados, eu não vos tenho inveja pela gloria, mas s…

Silêncio diante de Deus

Silêncio, alma dessa Palavra de Deus, de que o Homem vive e se alimenta. Sombra dessa
voz, que nos chama, para a presença silenciosa e fecunda do amor. O silêncio é a
homenagem que a Palavra presta ao Espírito!
Caríssimos irmãos: O silêncio é, na verdade, uma virtude fundadora, que permite ao
Homem cair em si para ouvir o essencial, para se inclinar à voz discreta do Espírito
Santo, seu Mestre interior! Também Jesus foi conduzido pelo Espírito Santo ao deserto.
E nós somos chamados com ele, ao mesmo silêncio. «Confia tranquilo no Senhor», «em
silêncio, abandona-te ao Senhor» (Sal.37,7) – apela o Salmista.
Comecemos, desde já, por fazer, provocar e oferecer esse silêncio na celebração da
Eucaristia.
Façamos o silêncio “necessário para o recolhimento, a interiorização, a oração interior. Não é
vazio, ausência, mas antes presença, receptividade, reacção perante Deus que nos fala, aqui e agora, e actua para nós”(CCDDS, Sugestões 28). Deste modo, corresponderemos ao desafio final e essencial da Igrej…
Silêncio, alma dessa Palavra de Deus, de que o Homem vive e se alimenta. Sombra dessa
voz, que nos chama, para a presença silenciosa e fecunda do amor. O silêncio é a
homenagem que a Palavra presta ao Espírito!
Caríssimos irmãos: O silêncio é, na verdade, uma virtude fundadora, que permite ao
Homem cair em si para ouvir o essencial, para se inclinar à voz discreta do Espírito
Santo, seu Mestre interior! Também Jesus foi conduzido pelo Espírito Santo ao deserto.
E nós somos chamados com ele, ao mesmo silêncio. «Confia tranquilo no Senhor», «em
silêncio, abandona-te ao Senhor» (Sal.37,7) – apela o Salmista.
Comecemos, desde já, por fazer, provocar e oferecer esse silêncio na celebração da
Eucaristia.
Façamos o silêncio “necessário para o recolhimento, a interiorização, a oração interior. Não é
vazio, ausência, mas antes presença, receptividade, reacção perante Deus que nos fala, aqui e agora, e actua para nós”(CCDDS, Sugestões 28). Deste modo, corresponderemos ao desafio final e essencial da Igrej…

Permanecemos em silêncio diante do Senhor

Silêncio, alma dessa Palavra de Deus, de que o Homem vive e se alimenta. Sombra dessa voz, que nos chama, para a presença silenciosa e fecunda do amor. O silêncio é a homenagem que a Palavra presta ao Espírito!
Caríssimos irmãos: O silêncio é, na verdade, uma virtude fundadora, que permite ao Homem cair em si para ouvir o essencial, para se inclinar à voz discreta do Espírito
Santo, seu Mestre interior! Também Jesus foi conduzido pelo Espírito Santo ao deserto.
E nós somos chamados com ele, ao mesmo silêncio. «Confia tranquilo no Senhor», «em silêncio, abandona-te ao Senhor» (Sal.37,7) – apela o Salmista.
Comecemos, desde já, por fazer, provocar e oferecer esse silêncio na celebração da Eucaristia.
Façamos o silêncio “necessário para o recolhimento, a interiorização, a oração interior. Não é vazio, ausência, mas antes presença, receptividade, reacção perante Deus que nos fala, aqui e agora, e actua para nós”(CCDDS, Sugestões 28). Deste modo, corresponderemos ao desafio final e essencial da…

Para onde vão os bebês abortados?

Imagem

Amor que vem do perdão

Imagem
O Evangelho de Lucas é o evangelho da misericórdia de Deus. Servindo-se das diferenças entre a mulher pecadora e o fariseu Simão. o evangelista apresenta Jesus como o Deus que perdoa e ama sem condições.
A mulher, conhecida na cidade como pecadora, aproxima-se de Jesus. Em silêncio, sem nada exigir, demonstra-lhe todo o seu amor. As suas lágrimas são um misto de dor e alegria, pois carregam o sofrimento de que é vítima da hipocrisia e do preconceito, mas também a felicidade de sentir-se amada, e por isso, perdoada pelo Mestre. Reconhecendo-se pecadora, a mulher reconhece o amor de Jesus, aproxima-se dele e com perfume demonstra-lhe seu amor. Um verdadeiro caminho de fé e libertação, modelo para todos nós, seguidores de Jesus.
Já o fariseu, em vez de se considerar devedor a Deus, necessitado do seu perdão, faz julgamentos sobre Jesus. Toma distância da pecadora e espera que o Mestre siga sua lógica, que divide as pessoas em boas e ruins. em pecadoras e santas, em merecedoras da benção ou…

Salve, Santo Antônio!

Imagem
Das Catequeses do Papa Bento XVI.
Sacerdote, doutor Evangélico da Primeira Ordem (1191-1231). Canonizado por Gregório IX no dia 30 de maio de 1232.
Antônio de Pádua ou – como também é conhecido – de Lisboa, referindo-se à sua cidade natal. Trata-se de um dos santos mais populares de toda a Igreja Católica, venerado não somente em Pádua, onde se erigiu uma esplêndida basílica que recolhe seus restos mortais, mas no mundo inteiro. São queridas dos fiéis as imagens e estátuas que o representam com o lírio, símbolo da sua pureza, ou com o Menino Jesus nos braços, lembrando uma aparição milagrosa mencionada por algumas fontes literárias.
Antônio contribuiu de maneira significativa para o desenvolvimento da espiritualidade franciscana, com seus fortes traços de inteligência, equilíbrio, zelo apostólico e, principalmente, fervor místico.
Ele nasceu em Lisboa de uma família nobre, por volta de 1195, e foi batizado com o nome de Fernando. Começou a fazer parte dos cônegos que seguiam a regra monás…

O culto da Eucaristia

Imagem
A fé na presença real de Cristo na Eucaristia levou a Igreja a tributar culto de latria (quer dizer, de adoração), ao Santíssimo Sacramento, tanto durante a liturgia da Missa (por isso indicou que ajoelhemos ou nos inclinemos profundamente ante as espécies consagradas), como fora da celebração: conservando com o maior cuidado as hóstias consagradas no Sacrário (ou Tabernáculo), apresentando-as aos fiéis para que as venerem com solenidade, levando-as em procissão, etc. (cf. Catecismo, 1378).
A Sagrada Eucaristia conserva-se no Sacrário [2]:
- Principalmente para poder dar a Sagrada Comunhão aos doentes e a outros fiéis impossibilitados de participar na Santa Missa.
- Além disso, para que a Igreja possa prestar culto de adoração a Deus Nosso Senhor no Santíssimo Sacramento (de modo especial durante a Exposição da Santíssima Eucaristia, na Bênção com o Santíssimo; na Procissão com o Santíssimo Sacramento na Solenidade do Corpo e do Sangue de Cristo, etc.).
- E para que os fiéis possam adorar…

Santo Antonio, o Guerreiro de Deus

Imagem

Jesus revela o rosto de Deus

Imagem
Mediante sua mensagem, Jesus nos revela o rosto misericordioso e compassivo de Deus. O Deus da vida, pela prática do se Filho, vem em socorro da viúva que perde o único filho, a sua última esperança. a bondade de Jesus não se reveste de caráter puramente sentimental, mas é sobretudo força que faz viver: "Jovem, levante-te". Deus manifesta o seu amor e ternura nas ações de Jesus em favor das pessoas sofridas e marginalizadas, resgatando-lhes a dignidade e a alegria de viver.
A viúva de Naim representa a humanidade necessitada da proteção divina na luta pela vida. Conforme o salmista, Deus é o protetor das viúvas e caminha à sua frente(Sl 68,6). Ao ver a viúva, Jesus sente compaixão por ela e lhe diz: "Não chores". Ele é capaz de perceber e sentir quando alguém está sofrendo e vem ao encontro da dor humana.
Há muitas pessoas e organizações que, em nome do Deus de Jesus,  continuam realizando as mesmas ações do Mestre. É gratificante ver grupos empenhados em achar camin…