segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

O Mendigo e o Papa
(Uma lição de humildade)

Um sacerdote norte-americano, da Diocese de Nova York, certo dia, encontrou um mendigo na rua. Depois de observa-lo durante um momento, o sacerdote se deu conta de que conhecia aquele homem.
Era um antigo companheiro do seminario, ordenado sacerdote no mesmo dia que ele. Agora, maltrapilho, mendigava pelas ruas.
O padre, depois de se identificar e de cumprimenta-lo, escutou dos lábios do mendigo como tinha perdido a sua fé e a sua vocação. Ficou profundamente enternecido. Despediu-se do velho amigo, mas ele não saia de sua cabeça.
No dia seguinte, o sacerdote teve a oportunidade de assistir a uma missa privada celebrada pelo Papa João Paulo II, e, como é costume, pode cumprimenta-lo no final da celebração. Ao chegar a sua vez, sentiu o impulso de se ajoelhar em frente ao Santo Padre e de pedir que rezasse por seu antigo companheiro de seminario, descrevendo brevemente a situacao ao Papa.
Um dia depois, recebeu um convite para cear com o Papa, com a recomendação de que levasse consigo o mendigo da paroquia. O sacerdote voltou a paroquia e contou ao seu amigo o desejo do Papa. Uma vez convencido, o mendigo foi levado a casa do sacerdote, que lhe ofereceu
roupa limpa e a oportunidade de se assear para o encontro com o Papa.
O Pontifice, depois da ceia, solicitou ao sacerdote que os deixasse a sos, e pediu ao mendigo que escutasse a sua confissão. O homem, impressionado, respondeu:
— Santo Padre, não posso. Já não sou mais sacerdote.
O Papa respondeu: — Uma vez sacerdote, sacerdote para sempre.
— Mas estou fora de minhas faculdades de presbitero — insistiu o mendigo.
— Eu sou o Bispo de Roma; posso me encarregar disso — disse o Papa.
E assim, o homem escutou a confissão do Santo Padre. Em seguida, pediu ao Papa que, por sua vez, escutasse sua propria confissão. Depois, chorou amargamente.
Ao final, Joao Paulo II lhe perguntou em que paroquia havia estado a mendigar, e o designou  assistente do paroco da mesma e encarregado de dar atenção aos mendingos.

O Pensamento
de Joao Paulo II

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ESTE BLOG É DEDICADO À:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...