TESTEMUNHOS


Eu vim de uma família que de católica, só tinha o nome. Ninguém glorificava o nome de Jesus. Minha mãe, desde os sete anos de idade trabalhava com magia negra. Depois casou-se, e quando eu nasci, ela fez um pacto com o demônio, para tornar-se uma mãe de santo. Nesse pacto, ela tinha de passar quarenta dias trancada num quarto escuro, onde era sacrificado o sangue de galinha preta, pombos, entre outros. Ela não poderia ver a luz do sol, nem ter contato com qualquer outra pessoa. Ela cortou o cabelo, fez o pacto com os orixás, enfim, tornou-se uma grande mãe de santo. Assim, eu fui crescendo me envolvendo com tudo aquilo. O demônio me dava tudo o que eu queria, era um demônio para cada coisa, para fechar uma empresa, para abrir, para ganhar um jogo, para separar famílias, enfim, ele me dava tudo.
Em 1993 fiz a catequese, fiz a crisma, mas nada me acontecia de diferente e comecei a me aprofundar nas forças ocultas. Eu não podia ouvir duas latas batendo, que lá estava eu, no beber, cair e levantar da vida. Nas festas mundanas, eu sempre me dava bem com as meninas, pois eu pedia a satanás e ele me dava, ele era o centro da minha vida, Jesus passava longe. Minha mãe adoecia, quando ficava boa, outro adoecia e assim, nunca tinha sossego na minha casa. Uns brigavam com os outros, era o inimigo semeando a discórdia na minha família, nunca tinha paz.
Em agosto, numa terça- feira, fui convidado a participar de um grupo jovem, chamado ‘Deus providenciará’. Eu fui na intenção maliciosa de ‘pegar’ as menininhas de lá. Sentei no último banco. Ao perguntar quem estava ali pela primeira vez, a minha amiga levantou meu braço e eu tive que ir até o altar. Antes de chegar ao altar, ouvi uma voz dizendo num banco ao lado: ‘Esse daí é filho da macumbeira, aquela mãe de santo bem conhecida’. O pregador pediu que eu me ajoelhasse para ele orar por mim. Apagaram as luzes, fizeram um círculo à minha volta e começaram a pedir o Espírito Santo, que eu fosse batizado no Espírito, que fizesse tudo novo na minha vida. Eu fechava um olho e abria o outro, para ver o que estava acontecendo. Ao terminar as orações, o pregador olhou para mim e disse: ‘Jesus ama você’. Aquelas palavras adentraram o meu coração, igual a um tiro de revólver.
Pensei: “E agora, o que vou dizer a minha mãe”? Nesse tempo eu era noivo, namorava uma prima e uma vizinha do lado, tudo isso porque Deus ainda não era o Senhor da minha vida. No outro dia, disse à minha mãe que ia para casa de minha namorada, mas fui para a igreja, rezar. Eu queria ajudar minha família a se libertar. Daí, eu comecei a buscar as coisas de Deus, comprei uma Bíblia e passei a meditar a palavra de Deus. O primeiro fruto, de quem é batizado no Espírito, é o amor pela palavra; se você é batizado e não tem amor pela palavra, você ainda não teve uma experiência com Jesus. Eu clamava ao Senhor, pela salvação de minha família.
Um certo dia, uma mulher foi à minha casa, para o terreiro de macumba, se consultar com a minha mãe. Eu comecei a rezar o santo terço, quando terminei de rezar o quinto mistério glorioso, que rezei a salve rainha, eu ouvi uma voz de lá do terreiro, dizendo: “Eu não posso ficar aqui na terra, neste lugar, porque existe uma senhora me impedindo de ficar aqui, vou ter que ir embora”, e assim, ele saiu. Era Nossa Senhora ali presente, expulsando o demônio. Satanás tem pavor de quem reza o terço. Se você quiser alcançar a vitória, na sua vida, aqui está o segredo: o santo terço. Os outros terços são importantes, mas se eu troco o terço da Ave-Maria por outros terços, estou errando. Até isso satanás coloca na nossa cabeça, que um terço é mais rápido do que o outro, só para nos confundir. Ele sabe que quando você termina de rezar o santo terço, a vitória já é sua.
Eu renunciei às minhas namoradas e fiz uma aliança com Deus. Fiz um jejum de carne, passei um ano sem comer qualquer tipo de carne, em prol da salvação de minha família. Algum tempo depois, minha mãe me disse que estava largando o trabalho de magia negra. Eu peguei todas as imagens diabólicas que havia em casa, levei tudo pro mato e queimei todas. Hoje, ela é uma grande intercessora, onde eu vou, ela vai comigo dando esse testemunho de vida.
Deus abomina todo o tipo de superstições, como simpatias, horóscopos, entre outros. Quando busco as coisas do mundo, estou dizendo: eu não quero Jesus na minha vida. A palavra de Deus diz que até os demônios se submetem ao nome de Jesus. Satanás só vem até você, se Jesus permitir. Ele tirou tudo de Jó, mas em momento algum Jó blasfemou contra Deus, pelo contrário: “Deus me deu, Deus me tirou, bendito seja o nome do Senhor”.
Nenhum problema é maior que o nosso Deus. Acredite.


Um comentário:

ESTE BLOG É DEDICADO À:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...