domingo, 28 de julho de 2013

Na eucaristia descobrimos o rosto de Deus, nosso Pai, que sempre se mostra favorável quando o invocamos em nossas necessidades. Queremos celebrar em comunhão com todos os jovens, do Brasil e do mundo, que concluem hoje a Jornada Mundial da Juventude. O tema da jornada - "Ide e fazei discípulos entre todas as nações!" (Mt 28,19) - nos motiva a todos a ser discípulos missionários de Jesus Cristo, a serviço do evangelho e do reino de Deus. 


Neste dia tão especial para os jovens do mundo inteiro, sobre-tudo no Brasil, em que se celebra a missa de encerramento da Jornada Mundial da Juventude, o evangelho nos ensina a rezar. É o próprio Cristo que nos convida a falar com o Pai de forma simples e coloquial, dando-lhe graças e apresentando nossas necessidades cotidianas, tanto materiais quanto espirituais (cf. Lc 11,1-3).
O "pão de cada dia", essencial à sobrevivência como alimento do corpo e da alma, era multiplicado por Deus para saciar as multidões que seguiam a Cristo nas suas pregações itinerantes. No relato do Evangelho de João, destaca-se uma personagem: "Está aqui um jovem que tem cinco pães de cevada e dois peixes.. mas que é isto para tanta gente?" (Jo 6,9). A partir daquela oferta, Jesus realiza o milagre.
O tema da Jornada Mundial da Juventude - "Ide e fazei discípulos entre todas as nações" (Mt 28,19) - Resume justamente este profundo ensinamento do Evangelho: ser discípulos missionários que aprendem do Senhor a capacidade de doação de si mesmos para se tornarem mensageiros dele e mediadores da ação divina em favor das outras pessoas, muitas vezes carentes não apenas de pão material, mas do Pão da Vida e do Pão da Palavra.
Que estes dias de alegre vivência da fé, na partilha e no testemunho, se tornem um referencial inesquecível para todos aqueles que caminharam com Jesus ao longo desta jornada e transformem a vida deles para sempre. O entusiasmo que amadurece na perseverança produz generosos frutos e plasma os autênticos seguidores do Senhor ao longo da "jornada da vida", engajados na missão à qual foram chamados.
O Rio de Janeiro agradece ao Brasil o apoio e a presença de tantos participantes, que tornaram este evento uma festa brasileira, na qual os peregrinos do todo o mundo - a começar pelo primeiro deles, o papa Francisco - foram acolhidos com o carinho que distingue o nosso povo no elenco das nações.

D. Orani J. Tempesta, o.cist.
Arcebispo do Rio de Janeiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ESTE BLOG É DEDICADO À:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...