sábado, 21 de setembro de 2013

Testemunho de uma leitora do blog

Testemunho aos estudantes universitários alunos de graduação, especialização, mestrado ou doutorado.Aqui vocês poderão visualizar que a maior inteligência é a de Deus que sempre nos ensina a sermos humildes e a alcançarmos a vitória de maneira sempre honesta. Sou aluna de mestrado em uma universidade federal. Sempre entreguei tudo nas mãos de Deus, desde o momento da inscrição até o momento da matrícula já como aluna aprovada em quarto lugar, Deus e Nossa Senhora sempre foram os meus grandes guias... Pela ação divina, desde o primeiro semestre, senti em meu coração a necessidade de tentar adiantar o meu projeto, por isso passei a me encontrar com minha orientadora com muita frequência.Eu sempre estive muito feliz pela oportunidade de estudar lá, mas no fundo, sempre sentia uma espécie de vazio, parecia que faltava alguma coisa, mas durante meses tentei ignorar isso e sempre me reunia com minha orientadora e cursava as disciplinas normalmente. Um semestre se passou e as coisas começaram a mudar...Minha orientadora, uma feminista utópica, começou a me passar alguns livros que não condiziam muito com o meu projeto uma vez que passei a perceber que ela estava tentando levar a discussão para o campo do feminismo e minha proposta desde o início não era essa.Como já conhecia a palavra de Deus, tive a preocupação de pesquisar a fundo quem eram esses autores o que os mesmos defendiam e qual a visão da igreja sobre eles...Para a minha grande surpresa, a maioria deles eram ateus e inimigos do catolicismo. Comecei a ficar completamente desmotivada...Me sentia que estava em um buraco sozinha! Passei a conversar com Deus pedindo que ele de fato fosse o meu orientador. Lembro-me que quando entrei no mestrado, disse a Deus que meu projeto seria consagrado a ele. De repente, essa minha orientadora passou a digamos “ mostrar suas asas”, a cada encontro ela era cada vez mais arrogante e no último foi a gota d’agua ...Ela destruiu com palavras tudo aquilo que eu tinha escrito e no final, disse que eu deveria ir em uma biblioteca ler livros do Machado de Assis porque eu não sabia escrever e que se eu quisesse continuar lá tinha que fazer isso...Foi a pior humilhação da minha vida uma vez que ela fez isso na frente de uma aluna dela de graduação, já pensaram na humilhação?É digamos que “normal” a prepotência de professores universitários, principalmente em Mestrados e Doutorados porque são níveis em que eles tem no mínimo a titulação de doutor.Mas depois de chorar, pensar muito e conversar com alguns colegas, constatei que a prepotência dela não foi apenas no sentido acadêmico , ela me humilhou como ser humano e isso não é “normal” em nenhuma instituição.Outro detalhe, quando passei na seleção, passei em quarto lugar na prova dentre as seis vagas disponíveis no edital desta forma não acredito que sou tão “burra” e analfabeta assim... Entreguei tudo nas mãos de Deus e dois dias depois, tomei a decisão de que eu deveria pedir para ela abrir mão para que outro professor pudesse me orientar. Fiz isso e ela me encaminhou para uma reunião com a coordenadora...Só que a dita cuja da coordenadora, tinha um vínculo muito forte com ela pois a coordenadora foi nada mais nada menos do que orientadora dela de monografia então entre elas, já existia uma relação de mais de dez anos... Começava ali um jogo extremamente de tortura...A coordenadora foi extremamente estúpida comigo, disse que eu não deveria fazer aquilo e que eu não tinha moral para tanto etc...Foram dias indo conversar com as duas e uma ficava me jogando para a outra...Como eu estava exausta, mandei um email para outro professor contando todo o meu sofrimento...Ele se dispôs a me ajudar, ele passou a me orientar sobre aquilo que eu deveria dizer a elas para que elas me liberassem, porque a situação era essa: Elas sabiam que a orientação não daria mais certo mas ao mesmo tempo, não queriam abrir mão, o objetivo desta forma, era me prejudicar de alguma maneira... Os dias foram passando e a situação ainda não estava resolvida...Até que a coordenadora pediu que eu entregasse uma carta protocolada na coordenação abrindo mão da orientação da professora. Achei isso super estranho, pois nenhum dos meus outros colegas que já haviam trocado de orientador, não entregaram carta alguma na coordenação...Comecei a entregar mais ainda a Deus e foi aí que o Pe.Pio apareceu na minha vida...Do nada passei a pesquisar sobre ele na internet, pesquisei sua história , testemunhos e vídeos...Passei a incluir o Pe.Pio em minhas orações também para que ele intercedesse nesta minha situação. Passei a ter um profundo amor pela santa eucaristia e nesse meio tempo, iniciei o curso de ministra da eucaristia onde irei receber meus votos no próximo dia doze de outubro.Comprei muitos livros sobre o tema e tenho me aprofundado cada vez mais no assunto. Decidi não entregar carta nenhuma na coordenação, pois concluí que elas iriam usar essa carta para me expulsar do mestrado sob a alegação de falta grave de insubordinação, disse isso ao professor que estava me ajudando e ele também concordou que eu não deveria entregar esta carta pois de fato,elas iriam usar isso para me prejudicar.Os dias foram passando e eu sempre rezando por toda essa situação, a coordenadora quando me via nos corredores me cobrava pela carta e eu dizia que estava pronta e que iria entregar na hora certa... Duas semanas depois da última cobrança da coordenadora, veio uma grande surpresa: Ela havia renunciado a coordenação, encarei como um alívio, pois naquele momento elas não teriam força nenhuma para me prejudicar...Por providência divina, quem assumiu a coordenação foi uma outra professora que é justamente esposa do professor que estava me ajudando! Aquilo era apenas o primeiro passo, o segundo era fazer com que minha orientadora abdicasse da orientação sem a bendita carta, pois se ela tivesse uma carta minha em mãos, com certeza eu estaria em uma situação complicada diante dos outros professores na reunião de colegiado, pois ela poderia alegar o que quisesse uma vez que alunos não participam desta reunião... A única coisa que eu poderia fazer era rezar, rezar e rezar...Continuei conversando com o professor que estava me ajudando e ele foi me contando certas coisas...Disse que quando eu fui aprovada, era ele que era para ser meu orientador... já havia até escolhido o meu projeto , mas a dita cuja da coordenadora malvada havia entregue o projeto para a protegida dela...Ele disse que achou isso tudo muito estranho porque a então orientadora não tinha pesquisa nenhuma na área do meu projeto...De certa forma, ele era uma vítima delas também... Chegaram as férias, e eu fui “esfriar” minha cabeça na JMJ!Já estava pagando a viagem desde o início do ano e não era essa situação que iria impedir minha viagem, entreguei tudo na intercessão de Pe. Pio e nas mãos de Deus. Participei com muita fé da JMJ, até tive a oportunidade de ver o Papa bem de pertinho depois de quatro horas na grade de proteção na sexta-feira dia da via sacra. Voltei para o meu estado e dias depois, começou a angústia tomar conta do meu coração novamente...Eu sabia que a única coisa que eu poderia fazer era rezar, rezar e rezar...Até que na minha mente veio um pensamento dizendo “manda um email”, “manda um email”.Continuei rezando em cima disto e certo dia, conversando com uma amiga ela me disse:” olha, os meses estão passando, é preciso que ela tenha uma atitude, porque você não manda um email para ela?”Aquilo foi a confirmação de que Deus estava falando comigo! Mandei um email para ela pedindo que ela abdicasse da orientação e que eu preferia que não houvesse mágoas e etc...Os dias foram passando e ela não me respondia...Enquanto isso, passei a distribuir várias cópias do filme do Pe.pio, passei a contar a história dele para muitas pessoas pois no fundo sabia que ele estava intercedendo por mim... Uma semana se passou até que eu recebi uma ligação da coordenação dizendo que a coordenadora queria ter uma reunião comigo( importante lembrar que a coordenadora era a nova coordenadora esposa do professor que estava me ajudando).O desespero e mil coisas se passaram em minha mente...Estava com medo da minha orientadora ter usado o email como carta e ter me prejudicado na reunião de colegiado, estava com medo de ter sido cortada do mestrado...Nunca rezei tanto...E sempre conversava com Pe.Pio em minhas orações, até que um dia antes da reunião, pela graça de Deus recebi um email da representante de minha turma que havia participado da reunião de colegiado, no email ela descrevia o que havia sido decidido na reunião pontuando cada uma das pautas e para a minha surpresa, na ultima pauta estava dizendo que a minha orientadora havia abdicado a minha orientação e que em breve um novo professor iria me orientar!Não sei descrever o que senti naquele momento, acho que foi mais alívio do que felicidade!! Deus, com a intercessão de Pe.Pio e Maria Santíssima havia escutado o meu clamor que na ocasião já era de quase NOVENTA DIAS!! No outro dia, na reunião com a coordenadora, houve a formalização de que meu novo orientador seria o professor que me ajudou desde o começo o esposo da coordenadora nova, ela me elogiou e disse que eu era uma pessoa corajosa, mas que tinha um grande desafio pela frente pois mais do que nunca eu deveria fazer um trabalho bem feito, pois eu havia me livrado apenas fisicamente delas uma vez que as mesmas, sempre ficariam me vigiando esperando algum passo em falso meu... A coordenadora que me perseguiu, passou sete meses a frente da coordenação e ficamos sabendo que ela cometeu diversas irregularidades durante sua gestão...Ate mesmo humilhava diversos alunos e professores...Acho que Deus usou a minha situação para libertar todos das maldades do coração desta mulher! A graça divina foi tão grande que o meu novo orientador, marcou nossa primeira reunião para tratarmos do projeto para o próximo dia 23 de setembro...Para quem não sabe, dia 23 de setembro é o dia da festa litúrgica de São Pe.Pio!!E dia 24 de setembro, é meu aniversário...Penso que Pe.Pio me escolheu como sua filha espiritual!Esta data providencial foi nosso senhor Deus que marcou para me mostrar que São Pe.Pio foi o meu grande advogado!Eu serei uma profissional diferenciada, por que nenhum título acadêmico foi capaz de tirar a minha fé nesse Deus que é capaz de mover montanhas !!Tenho fé em um Deus cujo os livros são incapazes de explicar seus prodígios e é nessa fé que nos tornamos diferenciados e especiais. Os santos são nossos intercessores, eles sempre levam as intenções de nossos corações ao coração de Deus! Se entreguem nos braços de Deus sempre!Não importa quem você seja e onde você esteja!Nunca perca a fé e a humildade pois elas são o maior presente de Deus aqui na terra! Tenham um profundo amor por Jesus eucarístico ele também é um grande presente! Jesus é nosso grande amigo, somos católicos apostólicos romanos, temos esse privilégio de poder ter Jesus dentro de nós é dentro de nós que ele enxerga as nossas dores e angústias!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ESTE BLOG É DEDICADO À:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...